quinta-feira, 24 de julho de 2014

Novo roteiro divulga campanha por mais Esperança e Solidariedade no RS

Nesta semana fizemos o nosso roteiro de campanha para levar um projeto de um Rio Grande para todos, a todos os gaúchos. As atividades iniciaram em Horizontina e seguiram pelas cidades missioneiras de Santo Ângelo e São Luiz Gonzaga. 

Junto com o vereador e candidato a deputado estadual Gerson de Moura (77305), fomos apresentar um pouco mais sobre as nossas propostas pelo desenvolvimento do Rio Grande e do nosso povo. 

Em Horizontina o vereador solidário organizou um encontro para o planejamento estratégico da campanha. O momento foi de apresentação do plano de trabalho, representações municipais, projeções, coordenação de campanha e das entidades de apoio, incluindo a Igreja Evangélica Assembleia de Deus.


O comprometimento do Gerson de Moura é que garantiu um grande número de apoiadores na candidatura a vaga na Assembleia Legislativa. A região celeiro necessita de desenvolvimento, principalmente na questão da recuperação e do asfaltamento da RS 305, uma das principais bandeiras do candidato.

Também estiveram na reunião o presidente municipal do Solidariedade, Celso Müller, demais integrantes da comissão provisória e vereadores. 
Encontro com a comissão provisória de Santo Ângelo

Reunião com lideranças sãoluizenses e com o vereador solidário, Clóvis da Veiga

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Roteiro nas Missões continua em São Luiz Gonzaga!

Chove muito nesta quarta-feira na região das Missões, mas logo logo seguimos com o nosso roteiro, rumo ao próximo destino: São Luiz Gonzaga! Teremos mais encontros na capital da música missioneira, ouvindo os trabalhadores e suas famílias e levando as nossas propostas para um Rio Grande para todos!

 
#Janta7711 #Rota77 #Solidariedade #Esperança

Na estrada: Santo Ângelo!

Nossa próxima parada é em Santo Ângelo, Capital das Missões!
Seguimos a nossa rota para levar um projeto de um Rio Grande para todos, a todos os gaúchos!


#Janta7711 #Rota77 #Solidariedade #Esperança

terça-feira, 22 de julho de 2014

Na estrada: Horizontina!

Hoje seguimos as atividades da campanha em Horizontina! Junto com o grande vereador e candidato a deputado estadual Gerson de Moura (77305), apresentamos um pouco mais sobre as nossas propostas pelo desenvolvimento do Rio Grande e da nossa gente.Vamos que vamos!



segunda-feira, 21 de julho de 2014

Fim de semana: Caminhadas com Ana Amélia e lançamento da campanha #Janta7711 em Porto Alegre!

Neste último fim de semana tivemos dois dias intensos de campanha na Capital! Levamos a esperança e a solidariedade às vilas de Porto Alegre, reforçando o nosso compromisso com um governo estadual voltado para todas as pessoas, através da futura governadora Ana Amélia e do vice Cassiá Carpes, e a nossa disposição a encarar o desafio de mudar o Rio Grande junto com eles, lutando em Brasília, na Câmara Federal, por condições mais dignas para todos os trabalhadores e suas famílias!

Sábado

O dia começou com caminhada na vila Esperança Cordeiro, na zona Norte. A militância de toda a coligação Solidariedade-PP-PSDB-PRB seguiu junto com Ana Amélia e Cassiá.


Caminhamos com esperança em outro lugar especial da nossa cidade, de gente que luta muito por um dia a dia melhor e que sempre nos recebe com carinho: Vila Amazônia.


Caminhamos pela vila Amazônia e também pela Morada do Sol, vendo de perto a realidade de muitos gaúchos e gaúchas que não têm direito de uma vida com saneamento, com condições mínimas para uma habitação adequada pelos problemas de regularização fundiária, que se repetem em diversas vilas, não só de Porto Alegre.

Conversamos com as pessoas, ouvimos suas necessidades e somamos a esperança delas à nossa!


Estivemos também na Vila Cruzeiro, e bem na sede da ONG que carrega o nome da Solidariedade!
É essa a nossa causa, a nossa política. Vamos juntos!



Encerrando este dia importantíssimo de arrancada da coligação da Esperança no Clube Caixeiros Viajantes.


Domingo

No domingo começamos o dia no Brique da Redenção! Nossos bravos apoiadores estiveram por lá a manhã toda divulgando o lançamento da campanha #Janta7711!


O Jantinha também marcou presença!




Próximo ao meio-dia fizemos a nossa primeira caminhada #Janta7711, lá na Tuca!



 Uma energia fora do comum e um carinho muito grande. Sempre é esta a impressão que fica no coração quando passamos pelo Campo da Tuca. Fui muito bem recebido pelas pessoas, que já conhecem o nosso trabalho e que participaram ativamente do nosso mandato.


Agradeço a cada um dos moradores pelo incentivo, pelo apoio e pela esperança no nosso trabalho, que agora queremos ampliar para o Rio Grande.



Obrigado equipe, obrigado moradores, obrigado TUCA!


Avança a luta por qualidade na telefonia em Porto Alegre

Depois de muita expectativa, finalmente tivemos aprovado o projeto do Executivo Municipal que altera a chamada Lei das Antenas – legislação que dispõe das normas para a instalação de Estações de Rádio Base (ERBs). A decisão atende a uma comprovada demanda da sociedade, no sentido de levar um serviço de qualidade ao usuário e de exigir com que as empresas cumpram com as determinações de cobertura e de atendimento ao consumidor.

A questão da má qualidade dos serviços de telefonia na Capital é complexa, não se restringindo apenas a instalação de novas antenas. Nós trabalhamos profundamente o tema na CPI da Telefonia, onde presidi os trabalhos ao longo do ano passado. Fizemos questão de ouvir órgãos como o Procon municipal, que declarou ter se tornado “callcenter das empresas de telefonia”, somando quase 6 mil reclamações referentes às empresas em apenas 4 meses. Ouvimos cada uma das operadoras e ouvimos também a Anatel, que explicou detalhadamente a abrangência dos serviços e as responsabilidades das empresas, que são reguladas pela agência. Ouvimos ainda os trabalhadores do setor, através da representação dos seus sindicatos, que criticaram o sistema instituído pelas operadoras de telefonia e denunciaram a precarização das condições de trabalho, do atendimento aos usuários e dos serviços prestados.

CPI da Telefonia gerou amplo relatório que subsidiou alterações propostas no projeto que revisou Lei das Antenas

Com o projeto que atualiza a Lei das Antenas, conseguimos encaminhar medidas que contemplam as diretrizes apontadas no relatório final destes meses de trabalho. Tivemos aprovadas emendas que determinam a obrigatoriedade da implantação de sinal de telefonia móvel para atender a todo o território do Município de Porto Alegre, sempre obedecendo aos limites de exposição humana aos campos eletromagnéticos. As operadoras de telefonia móvel que ofertam serviços de telefonia fixa deverão ainda universalizar o telefone fixo em toda a cidade, garantindo que todo o cidadão, independente da demanda da região, possa ter acesso ao serviço. Outro importante avanço é a obrigatoriedade da disponibilização de ERBs móveis para utilização imediata em caso de emergências, para facilitar a rápida comunicação entre as pessoas.

Mais um ponto que conseguimos contemplar através de emenda, é a melhoria do atendimento ao consumidor. Agora, as empresas de telefonia e telecomunicações em geral, que atuam em Porto Alegre, deverão instalar postos de atendimentos aos consumidores para recepção de reclamações e rescisões contratuais por serviços não contratados (cobranças indevidas). Também terão que garantir atendimento prioritário para os casos previstos em lei.

Acabaram-se as desculpas das operadoras para não fornecer ao consumidor o serviço contratado e a cobertura prometida. Aliás, elas passam agora à dimensão física em todas as etapas da relação com o cliente, não apenas na hora da venda. Com mobilização e trazendo o tema para a discussão na sociedade, conseguimos avançar, trazendo a legislação ao encontro da realidade das telecomunicações na nossa cidade. Cabe agora cumprir e fiscalizar.

domingo, 20 de julho de 2014

Agendas na região Sul e Norte fortalecem candidatura à vaga na Câmara Federal

Em visita às cidades de Pelotas, Rio Grande, Carazinho, Passo Fundo e Erechim estive com lideranças dos municípios nesse roteiro realizado do dia 16 ao dia 18 de julho. Ao público me apresentei como candidato a deputado federal com o número 7711 e também expliquei mais sobre minhas propostas para a construção de um novo Rio Grande, juntamente da futura governadora do Estado, Ana Amélia Lemos. 

Pelotas 


Acompanhado do candidato a deputado estadual, Flávio Vigilante (77011) somamos multiplicadores com a contribuição da presidente municipal do Solidariedade, Daniela Duarte. O vereador de Morro Redondo, Neri Leal, e o vereador de São José do Norte, Cristino, também estiveram presentes conosco no encontro que reuniu diversos convidados.

Carazinho


Nesta cidade fomos recebidos pelo vereador municipal e candidato a deputado estadual, Paulino de Moura (77670), que reuniu apoiadores do município e região para uma conversa. Expliquei as razões que me motivaram a entrar na política afirmando e que busco a transformação em tudo que deve melhorar na vida do povo: saúde, educação e segurança pública.

Passo Fundo


Sob a coordenação do Major Juliani, visitamos o Colégio Tiradentes de Passo Fundo, estrutura que gera grande contribuição para a educação. Devido à isso a escola conseguiu alcançar o primeiro lugar em desempenho do Enem entre as escolas públicas de Passo Fundo. Na oportunidade também acompanhamos a formatura de encerramento do primeiro semestre do 1º, 2º e 3º ano. 

Erechim


O grande apoiador Calica foi o anfitrião, por onde visitamos diversos locais: empresários do ramo de segurança, monitoramento e construção civil. Aproveitei a passagem pelo município e visitei a diretoria do Sindicato dos Rodoviários de Erechim e do Alto Uruguai, entidade filiada à Força Sindical-RS que sempre esteve ao lado da Central na luta pelos trabalhadores da categoria. 

O candidato a deputado estadual na coligação “Esperança que une o Rio Grande”, Kevin Krieger, também nos acompanhou nas agendas em Erechim e Passo Fundo.

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Lançamento da campanha #Janta7711 em Porto Alegre!

No domingo, dia 20, acontece o lançamento da nossa campanha de deputado federal #Janta7711 nas ruas de Porto Alegre:

09:30 - Brique da Redenção
10:00 - Campo da Tuca

Também haverá movimentação no Gasômetro. 
Vamos começar a mobilização por um Rio Grande com mais esperança, força, fé e solidariedade!


terça-feira, 15 de julho de 2014

Primeiro roteiro de campanha motiva lideranças pelo RS

Na última semana realizamos o primeiro roteiro desta campanha eleitoral, iniciando pela região Noroeste e concluindo na Fronteira Oeste. Estivemos em Cruz Alta, São Gabriel, Cacequi, Alegrete, Quaraí, Uruguaiana e São Vicente do Sul, onde divulgamos as nossas propostas e conversamos com a população.
 
São Gabriel


No dia 10 de julho, o encontro na cidade foi com a candidata a deputada estadual Karen Lannes (77555) para definirmos as atividades de campanha na região.

Cacequi


Também no dia 10, aconteceu o primeiro encontro com apoiadores e lideranças comunitárias de Cacequi.  Participaram o candidato a deputado estadual Rafael Alves (77800), o vereador de São Vicente do Sul e presidente do partido na cidade, Elvio Martins. Damião Sabino foi o anfitrião no município, com novos apoiadores e pessoas engajadas na luta pela mudança. 

Alegrete


Diversos apoiadores recepcionaram o líder do Solidariedade no Rio Grande do Sul, entre eles Paulo Barbo, Vilma Siqueira e Kerch. 

No encontro, frisei aos apoiadores: "Venho assumir o compromisso de ir para Brasília e ajudar a lutar contra tudo que afasta investimento e geração de emprego e renda. Precisamos ter parceiros que ajudem a devolver esse Estado para o povo gaúcho e trazer esperança novamente". 

Quaraí 


No município fronteiriço de Quaraí participamos da inauguração do comitê municipal do Solidariedade. O ato aconteceu na última sexta-feira (11/7) e teve a presença de diversos convidados da comunidade local e dos seguintes líderes políticos. 

Uruguaiana


Na Associação dos Militares Inativos de Uruguaiana (AMIU), estivemos presentes no evento do partido organizado pelo vereador e candidato a deputado estadual, Rafael Alves (77800). Grande parte da população também esteve presente e contribuiu na construção de novas ideias e políticas de desenvolvimento para a região.
 


São Vicente do Sul


No município visitamos a 26ª Feira Estadual de Comércio da Bata-Doce (Fecobat), acompanhado do vereador Elvio Batista. A oportunidade foi de contato com o público e com os trabalhadores da feira. No local havia a divulgação do projeto “Para Poder Abraçar”, que tem o objetivo de ajudar Raíssa Victória, 4 anos, de São Luiz Gonzaga, portadora de uma doença rara que deixa a pele sensível ao ponto de se ferir com um simples abraço apertado. No Brasil ainda não há cura, somente um experimento nos Estados Unidos é para isso a família necessita de três milhões de reais.

Conversamos também com o pai da Raíssa, Jonas Siqueira, que explicou mais detalhes sobre o projeto e as formas de apoiar. 

Encontro com moradores da zona Norte

Na noite de ontem participamos de reunião promovida pelos conselheiros do OP na vila Esperança Cordeiro. O vereador Kevin Krieger também participou conosco, ouvindo as demandas de diversas comunidades da zona Norte, lá representadas com suas lideranças.



Se a seleção deixou uma lição na Copa que passou é que a gente tem que jogar unido. Na política também é assim. Precisamos somar forças para construir conquistas, formar parcerias baseadas nas nossas afinidades, no nosso trabalho, para conseguir fazer a diferença que as pessoas precisam. E a presença delas, trabalhando junto conosco, é fundamental.

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Comemoração dos 82 anos do Sindec reúne família comerciária

Foi bonita a festa de comemoração dos 82 anos do Sindec Porto Alegre! Estivemos reunidos novamente, neste domingo, com a família comerciária, que celebrou a luta e as conquistas do seu sindicato e nos demonstrou o carinho de sempre.


Participamos da abertura da comemoração ao lado dos diretores do sindicato e do presidente Nilton Neco. Saudamos a categoria, lembrando o quanto ela contribuiu para que o nosso mandato na Câmara Municipal de Porto Alegre trouxesse grandes conquistas, como os recursos para a ampliação do atendimento nos Postos de Saúde. Durante toda a campanha dos Postos de Saúde 24h os comerciários foram decisivos para que coletássemos as 92 mil assinaturas que pressionaram para a conquista de recursos no orçamento, LDO e PPA.

Juntos ainda vamos fazer muito mais! Viva os comerciários, viva o Sindec!

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Na estrada! Cruz Alta, São Gabriel, Cacequi, Alegrete, Quaraí e Uruguaiana

Nesta semana realizamos nosso primeiro roteiro de campanha pelo estado, apresentando as nossas propostas para um Rio Grande cada vez mais para todos. Obrigado e um grande abraço ao pessoal de Cruz Alta, São Gabriel, Cacequi, Alegrete e Quaraí. Próximo destino: Uruguaiana!


quinta-feira, 10 de julho de 2014

Sindec POA: 82 anos de luta!

Há 82 anos caminhando junto com os comerciários e suas famílias.
Parabéns ao Sindicato dos Empregados no Comércio de Porto Alegre e a todos que constroem esta história de luta e de conquistas!


quarta-feira, 9 de julho de 2014


É esse o espírito que tem que estar presente não só no esporte, mas também na política. Por isso levantamos a bandeira do Solidariedade RS, com o objetivo de tornar mais digno o dia a dia da nossa gente, para fazer com que a política possa dar essa alegria. Não deu dessa vez com a seleção, David, mas ainda em 2014 o Brasil pode voltar a ter um horizonte de vitória.

Somos brasileiros, somos solidários e a esperança é o que nos move!

domingo, 6 de julho de 2014

Prestação de contas

No último sábado percorremos as ruas dos bairros Rubem Berta e Passo das Pedras, em Porto Alegre, para entregar pessoalmente a prestação de contas de um ano e meio do mandato como vereador e retribuir o carinho que recebemos dos moradores. Também esteve conosco o amigo vereador Kevin Krieger, juntamente com a assistente social, Rosalinda Costa, que tem um grande trabalho na comunidade.


Também no sábado estivemos com moradores da Coqueiros, escutando suas demandas, reforçando o compromisso com os trabalhadores de Porto Alegre e suas famílias. Este mandato é de todos, e contamos com a ajuda de toda a população para trabalharmos pelas melhorias necessárias para nossa cidade.


O gabinete está à disposição de todos, e também por meio das nossas redes sociais. Para mim, compromisso assumido é compromisso cumprido e a luta por uma vida melhor para todos continua.

O material de prestação de contas está disponível aqui:


Um novo Rio Grande e um novo Brasil com fé, esperança, força e solidariedade

Amigos e amigas de todo o Rio Grande,

Estamos começando mais uma campanha eleitoral, para a qual gostaria de contar com a inicial atenção de todos. Estamos em um momento importante da vida do país, em que os trabalhadores e povo precisam ter uma posição clara. Além de votar, é fundamental debater, questionar, estudar as propostas e, principalmente, apostar em quem já foi “testado e aprovado” na luta do povo e no parlamento.

Sou o 8ª vereador mais bem votado de Porto Alegre nas últimas eleições, com 10.675 votos, entre 36 eleitos. Fui eleito por aqueles que queriam mudanças na saúde, no transporte, na segurança e na educação. Em um ano e meio de mandato, cumpri com todos os compromissos assumidos, legislando para os trabalhadores e suas famílias em todas as áreas.

Nesse período, entre outras ações, garantimos medidas e recursos para ampliação do horário de abertura dos Postos de Saúde na capital, um dos resultados da nossa ação parlamentar. Com emendas ao Plano Plurianual (PPA), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e a Lei Orçamentária Anual asseguramos a abertura dos Postos de Saúde até 22 horas e recursos para o seu funcionamento.

Por meio de várias emendas e projetos em favor dos usuários, motoristas, cobradores de ônibus e também em benefício dos taxistas, nosso mandato destacou-se como um importante instrumento na defesa do transporte público. Aprovamos o projeto “Casa Segura” para evitar tragédias com a da boate Kiss. E presidimos a CPI da Telefonia para melhorar a qualidade dos serviços.

Ao mesmo tempo, como presidente da Força Sindical, mantive a mobilização em defesa dos interesses da classe trabalhadora, de todas as categorias, em todo o Estado. Lutamos para garantir o Piso Regional, conquistar aumento real de salários e os empregos dos trabalhadores gaúchos. Ano passado, estivemos à frente da maior greve geral da história do Rio Grande do Sul.

Agora, quero ampliar a luta na Câmara Federal para fazer o estado e o pais avançarem. Assim como fiz para vereador, quero assumir o compromisso de lutar na Câmara Federal pela correção do FGTS e da tabela do Imposto de Renda, pela valorização do Salário Mínimo e pelo Fim do Fator Previdenciário. E também por um novo Pacto Federativo e pela Reforma Tributária, com menos impostos.

O Brasil precisa crescer, desenvolver sua economia com solidez, com apoio para a produção, juros baixos e garantia de direitos dos trabalhadores. O Rio Grande do Sul precisa deixar de ser o “estado do não”, para construir o desenvolvimento para todos, fortalecendo todas as regiões. Isso é possível, com fé, esperança, força e, principalmente, solidariedade entre todos os gaúchos e brasileiros.

Um abraço a todas e a todos. Conto com o apoio e o voto de cada um, dos seus familiares e dos seus amigos.

Clàudio Janta.

sábado, 5 de julho de 2014

Registradas as candidaturas do Solidariedade no TRE

Hoje pela manhã estivemos no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), fazendo o registro das candidaturas para o pleito de 2014. Oficializei o lançamento do meu nome para Deputado Federal, junto aos 22 solidários (sendo 5, mulheres solidárias) que concorrerão a Deputado Estadual.

A senadora Ana Amélia Lemos, candidata ao Governo do Estado, assinou o protocolo de registro na presença do seu Vice-Governador, o deputado solidário Cassiá Carpes e da candidata ao Senado, Simone Leite (PP). Também estiveram presentes os suplentes ao Senado, José Irineu Schenkel (PSDB) e Waldir Canal (PRB), e demais lideranças e presidentes dos partidos que compõem a coligação "Esperança que une o Rio Grande".

Todos juntos com força, fé, solidariedade e esperança em busca de um Rio Grande melhor para todos. Vamos juntos fazer uma corrente de união, trabalho, solidariedade e esperança. Assim, qualificando a disputa com disposição de eleger o maior número de representantes nos legislativos para aprofundar nosso projeto de resgatar o Rio Grande tanto com Aécio Neves na Presidência, como com Ana Amélia Lemos e Cassiá Carpes no Governo do Estado, e também com nossos candidatos e candidatas a Assembleia Legislativa e a Câmara Federal.

Candidatos do Solidariedade:

Deputado Federal:
Clàudio Janta - Porto Alegre

Deputado Estadual:
Agnelo Chiodo - Porto Alegre
Aroldo Quintana - Bagé
César Oliveira - Itaqui
Danilo Barbudo - Nova Santa Rita
Flávio Vigilante - Rio Grande
Gelson Braga - Cachoeirinha
Gerson Moura - Horizontina
Ieda Fernandes - Porto Alegre
Jéferson Pires - Quaraí
José Antônio - Eldorado do Sul
Karen Lannes - São Gabriel
Kathrein Castro - Porto Alegre
Kleiton Renan - Alegrete
Leandro Aguirre - Viamão
Marcia Picoli - Porto Alegre
Marco Aurélio (keio) - São Sepé
Mauro Petry - Estância Velha
Nelson Brambila - Sapucaia do Sul
Paulino de Moura - Carazinho
Rafael Alves - Uruguaiana
Solange Ribeiro - Viamão

terça-feira, 1 de julho de 2014

Força e Fé nas Comunidades

Disponíveis na nossa página Clàudio Janta novas demandas resolvidas por intermédio do gabinete, junto aos órgãos do Município. Fruto da mobilização da comunidade!
 

Desta vez, quatro problemas sanados lá na Tuca. Confere aí!

Você também pode nos mandar a sua demanda via Pedido de Providência, no Gabinete Virtual do site:

http://claudiojanta.com.br/
 


Fuga de água na rua Tenete Alpoin, na Tuca. Encaminhada e resolvida junto ao DEP.

Limpeza boca de Lobo na Av. Luiz Moschetti, na Tuca.

Vazamento solucionado pelo Dmae na Rua Luiz Moschetti, na Tuca.

Reconstrução de galeria pluvial encaminhada junto ao DEP, na Tenente Alpoin, na Tuca. Já estava uma cratera!

terça-feira, 24 de junho de 2014

Solidariedade: os nove meses dos novos rumos que queremos para a política

No dia 24 de setembro de 2013, há exatos nove meses, comemorávamos a criação do Solidariedade. Conseguimos concretizar um grupo político composto por pessoas que representam o que baliza as nossas ações e o que escolhemos como nome para o nosso partido. Solidariedade traduz a luta diária daqueles que se importam e acreditam em uma mudança que possa beneficiar a todos.

É preciso frisar que a criação do Solidariedade foi um grande desafio. Primeiro, foi preciso mobilizar os nossos pares e mostrar que era importante converter em força política a vontade de transformação que nos movia, inclusive no movimento sindical, onde muitos de nós tivemos o ponto de partida na sua história de militância na luta pela melhoria de vida das pessoas. O segundo obstáculo, foi criar um partido nas surdinas, de forma quase clandestina como nos tempos de ditadura, porque se tivesse sido diferente, não teríamos saído do papel. Enfrentamos diversos empecilhos, mas não foram suficientes para barrar o nosso movimento e a aglutinação daqueles a quem chamamos hoje de solidários e solidárias.

Hoje somos realidade, somos fortes e viemos para decidir. Reunindo aqueles que melhor traduzem o espírito do Solidariedade, constituímos um grupo que dialoga com o trabalhador, com os movimentos sociais e que conhece as necessidades das famílias. Um grupo que luta para que os serviços públicos sejam de qualidade e acessíveis a todos, a exemplo das bandeiras da Saúde 24h e da escola de tempo integral, mas que também quer ser protagonista nas grandes transformações que o Brasil precisa, desde a defesa da indústria e das empresas nacionais até uma melhor distribuição dos recursos da União entre os estados e municípios.

Nestes nove meses, podemos dizer que estamos gestando o futuro que queremos. Identificamos a Solidariedade nas pessoas e é isso o que estamos levando para a política, para que ela deixe de ser vista como culpada pelos problemas que enfrentamos, por causa da ineficiência de governos que perderam o compromisso com a palavra, e para que ela volte a trabalhar para quem importa. Uma política a serviço das pessoas.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Porto Alegre em Debate: Copa do Mundo

Participamos nesta tarde da gravação do programa Porto Alegre em Debate, junto ao presidente do Sindpoa, Carlos Henrique Schmidt, e o representante da Secretaria Extraordinária da Copa, Maurício Reis Nothen. Discutimos o que esperar da realização da Copa do Mundo em Porto Alegre, os reflexos para os trabalhadores e que legado isto nos deixa. 

Para os trabalhadores, nenhum. Apenas a oportunidade de mostrar a nossa cultura, de divulgar a nossa imagem. O ministro da Saúde chegou a afirmar que o investimento em Saúde foi 100 vezes maior que o investimento em obras da Copa. Mentira. Porto Alegre então, está com dois hospitais em vias de fechar as portas e um que não consegue abrir, por falta de profissionais, na Restinga. Na segurança, temos mais brigadianos nas ruas apenas no "caminho da Copa". Efetivo não aumentou, apenas foi deslocado das cidades do interior e das periferias para reforçar o evento da Fifa. Que bom seria se saúde e segurança fossem legados permanentes.

Também é dito que o evento está movimentando milhões no nosso país, o que é verdade. Mas não para os nossos trabalhadores nem para a nossa cidade. É de indignar o nosso estado bancar R$ 25 milhões em isenções para as estruturas temporárias da Copa que, só no primeiro jogo, ainda vai ter um lucro estimado em R$ 26 milhões. Além de ganhar as isenções, lucrar com ingressos e patrocínios milionários, a Fifa vai morder 50% da receita dos hotéis. E se a Copa gerou emprego, não foi para os nossos trabalhadores, porque a mão de obra das empreiteiras, que também tiveram o que comemorar, é toda de fora.

Falamos ainda do nosso projeto de feriado nos dias de jogos em Porto Alegre, que a Câmara deve empastelar. Os órgãos públicos terão ponto facultativo nestas datas, sendo uma das justificativas aqui apresentadas a de "aliviar o tráfego", já que o trânsito terá vias arteriais interrompidas nestes dias. Só que o mesmo não vale para o trabalhador. Fazendo uma reflexão sobre o comércio, serão 116 mil comerciários que terão que disputar espaço no trânsito, fazer mágica para bater ponto no horário e ainda passar o dia todo sem vender uma televisão, uma geladeira, um fogão. Serviços essenciais devem funcionar, precisamos de uma estrutura para atender tanto o morador de Porto Alegre, quanto o turista. Mas se a prefeitura assume que transtornos são necessários para "um bem maior" que é a realização da Copa e para "a segurança" do evento e do grupo seleto que vai acompanhar as atividades no Beira-Rio, porque é que nós precisamos driblar tudo isso para tentar manter uma rotina que não vai ser produtiva?

A Copa vai acontecer, e queremos que ocorra da melhor forma. Mas não podemos tolerar que sejam ditas mentiras, engolir os mandos e desmandos e ainda sermos privados de participar. 

O programa vai ao ar na TV Câmara, canal 16 da Net, segunda-feira, às 21h. Reprises quarta (20h), sexta (21h) e domingo (9h e 14h).


sexta-feira, 30 de maio de 2014

E para o trabalhador, não vai ter Copa?

No dia 12 de junho inicia oficialmente a Copa do Mundo no Brasil. Em Porto Alegre, teremos jogos nos dias 15, 18, 22, 25 e 30 e, para estas datas, a Prefeitura já oficializou que os servidores municipais terão ponto facultativo a partir do meio-dia.

Mas e o trabalhador? Enquanto a bola rola, vai ter que continuar atrás do balcão? 
Se a Copa é de todos, os trabalhadores têm o direito de participar. 

Pela primeira vez na história, e talvez única, temos a oportunidade de receber o evento que esportivo que mais mexe com a paixão dos brasileiros. Nos dias de jogos, o fluxo de pessoas na nossa cidade deve aumentar. São esperados 542 mil visitantes, que também irão utilizar o transporte público, aumentar a circulação de veículos e, certamente, impactar na rotina dos trabalhadores, que continuarão tendo hora certa para bater o ponto.

Porto Alegre será de todos, abrirá os braços para receber as diferentes culturas que passarão por aqui neste mês. Mas queremos que isto possa acontecer da melhor forma para todos.

Por isso, protocolamos na Câmara de Vereadores o PLL 120/14, que estabelece feriado municipal os dias que acontecerem jogos da Copa em Porto Alegre. Não podemos aceitar que o trabalhador da nossa cidade possa ser privado, de uma forma ou outra, de participar deste grande evento, nem que possa vir a ter a sua atividade prejudicada por causa dele.

Vai ter Copa, mas precisa ter para todos!

Mais sobre o projeto no site, clique aqui.

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Lançamento pré-candidatura Solidariedade, PP, PSDB

Amanhã é um grande dia para os solidários e para os gaúchos com esperança em um Rio Grande para as pessoas! Convidamos todos a prestigiarem o ato de lançamento da coligação do Solidariedade, PP e PSDB, oficializando a pré-candidatura de Ana Amélia Lemos ao governo do Estado.

Vem com a gente e vamos juntos recolocar o nosso Estado no caminho do desenvolvimento, com o devido valor para o que temos de mais precioso: AS PESSOAS!

Quando: Sábado (24/05)
Local: Assembleia Legislativa
Horário: 14h

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Por que Porto Alegre precisa de uma Agência Reguladora

Na Zero Hora desta segunda-feira, 12 de maio, a matéria “Negócios fora de linha” denuncia uma série de irregularidades no sistema de transporte público coletivo da Capital. Às vésperas de uma licitação – a primeira da história, vale lembrar –, Porto Alegre tem no transporte um cenário de serviços precários, tarifas altas e usuários insatisfeitos. E após a licitação, a situação não vai mudar, por um simples motivo: a fiscalização e as decisões continuarão sob a mesma responsabilidade.

No ano passado apresentamos aqui na Câmara Municipal um projeto para a criação de uma Agência Reguladora para os serviços públicos, diretos e delegados, prestados no município de Porto Alegre, de sua competência ou a ele delegados. A ideia é que a regulação de serviços como transporte coletivo urbano de passageiros, coleta de resíduos sólidos, iluminação pública, inspeção de segurança veicular e uma série de outros, seja feita por um órgão independente, aos moldes de agências como a Anvisa, Anatel e Aneel.

O modelo proposto contempla a criação de uma autarquia especial, visando a garantia de autonomia financeira, administrativa, gestão de recursos humanos e patrimonial. Além disso, ficaria assegurada a autonomia na tomada de decisões técnicas, além de possibilitar a fixação do mandato dos seus dirigentes, garantindo independência necessária em relação à ação ou à política de governo, preservando seu comprometimento com a imparcialidade no que se trata das relações entre consumidores, poder concedente e os concessionários.

Não é admissível que a administração municipal continue omissa frente ao descontrole na gestão de um dos seus principais serviços. Afinal, a situação serve aos interesses de quem? Estamos falando de serviços públicos, que são delegados a terceiros para bem servir à população. A falta de controle permite que sejam criados vícios, uma cultura de gambiarra e de desrespeito ao concedente, ao porto-alegrense. O transporte só vai melhorar quando isto acabar e, para que isso ocorra, fiscalização eficaz é fundamental.


Flexibilização dos fundos de pensão

Um dos destaques da mídia no início desta semana é o pedido dos fundos de pensão de mais prazo ao governo para se ajustar, devido ao déficit recorde, que chegou a R$ 22 bilhões em 2013. Os trabalhadores, mais uma vez, só podem se sentir afrontados, por ter o dinheiro do seu bolso sugado a vida inteira, financiando grandes transações multimilionárias e, ficando agora, sob o risco de sofrer os impactos na própria aposentadoria.

O Ministério da Previdência já sinalizou que vai estender a folga para os planos que estiverem no vermelho em 2014. A regulamentação limitava o déficit dos planos em até 10% do patrimônio. Se superassem este patamar, eram obrigados a apresentar um programa de resolução do saldo no ano seguinte. Agora, o governo mudou a regra, aumentando o teto deficitário para 15%, reduzindo pela metade a quantidade de planos que precisam apresentar alternativas para o desequilíbrio.

Mais uma vez, o governo federal se perde na própria ineficiência de gestão, flexibilizando as responsabilidades e patrocinando o rombo das estatais. Para se ter uma ideia, os fundos patrocinados por estatais são responsáveis pela maior parte da dívida. No total, 65% dos ativos dos fundos de pensão são de responsabilidade de empresas patrocinadas por organizações públicas, sendo o maior volume de recursos da Previ (Banco do Brasil), com 25%; Petros (Petrobras), com 11% e Funcef (Caixa Econômica Federal), com 8%.

Os fundos de pensão têm papel fundamental para a poupança interna dos países, mas, principalmente, para a reserva dos trabalhadores. São constituídos primeiramente para a complementação das aposentadorias, não para engordar a tabela de ativos. A situação é mais uma das claras demonstrações de que o trabalhador está em segundo plano, ou talvez, ainda mais além disso.

segunda-feira, 5 de maio de 2014

As elites perseguem o governo?

Será que a vida está fácil para algum trabalhador brasileiro?

Até onde sabemos, os principais críticos do governo federal não são as elites. Quem critica é o trabalhador que é taxado absurdamente com impostos, penalizado com alta sobre serviços decorrente da ineficiência de gestão do próprio governo.

Quem critica o governo federal é aquele que suou a vida inteira e fica sujeito a uma aposentaria sem ganhos significativos. Quem critica é o trabalhador que conseguiu adquirir o seu veículo, a sua casinha própria, mas que precisa entregar 25% da sua renda ao Leão na hora de acertar as contas no Imposto de Renda. É o trabalhador que contribui com a previdência todo mês, tendo seu dinheiro usado pelo governo e fica sujeito a outro peso e outra medida na hora do saque do FGTS.

É esta a elite que critica o governo? Se é, então sim, somos a elite e estamos fartos.

quinta-feira, 1 de maio de 2014

Dia do Trabalhador

Hoje é o Dia do Trabalhador. Temos o que comemorar?

Eu diria que nossas conquistas ainda são tímidas. Tivemos a elevação do salário mínimo, mas ainda perduram reivindicações importantes, como o reajuste na tabela do Imposto de Renda, o fim do fator previdenciário e a aprovação da PEC 300, que garante um salário digno para brigadianos e policiais civis.

O Brasil só será um país que respeita o trabalhador quando houver uma revisão tributária profunda. Quando uma família não tiver que pagar 15% da sua renda como imposto, enquanto é obrigado a procurar serviço particulares de saúde e educação; quando deixarmos de ser vítimas da inflação, que agora nos arrocha com uma alta abusiva de 28% na nossa conta de luz. Talvez este seja um momento em que não tenhamos muito a comemorar, mas é um momento de reflexão e de ver que temos muito a reivindicar.

Força e fé! Feliz dia do Trabalhador!


sexta-feira, 25 de abril de 2014

Aos trabalhadores

O Salvatore Lettieri, do Jardim Ingá, acompanhou a homenagem que fizemos ontem na Câmara Municipal de Porto Alegre lembrando o Dia do Trabalhador e também nos mandou por e-mail a sua contribuição! 

DIA DO TRABALHADOR

O trabalho se tornou uma obrigação
Quando Adão comeu do fruto proibido
Desde então se definiu quem era patrão
E quem era o agente oprimido.

A luta do Trabalhador é milenar 
Sempre foi submisso aos seus patrões
Foi preciso muito tempo até poder falar
E participar das mesas de negociações.

Os avanços para o Trabalhador foi penoso
Parecia que a luta não seria vencida
Hoje olhando para trás, é glorioso
Ver a classe trabalhadora reconhecida.

Salve o dia do Trabalhador
Que no 1º de Maio se comemora
A homenagem com louvor
Ao Trabalhador e Trabalhadora.

De Salvatore Lettieri

Conta de luz: mais uma bomba no bolso do trabalhador

É com indignação que o trabalhador engole mais um disparate e exemplo de ineficiência de gestão do governo federal. Com o aval da Aneel, desde o dia 19 de abril as contas de luz dos consumidores residenciais ficaram 28,86% mais caras. Para as indústrias, o aumento foi de 30,29%.

O problema não termina por aí, já que a luz mais cara deve pressionar um aumento generalizado nos preços dos produtos e serviços. Encarece para a produção, encarece para o consumo.

Resultados infelizes da má gestão do sistema e da falta de investimentos para diversificar a matriz energética do Brasil. E quem paga o pato, como sempre, é o trabalhador. 


quarta-feira, 23 de abril de 2014

Dia do Trabalhador

O 1º de maio vem chegando e, com ele, uma programação para celebrar o dia de quem move as conquistas, os avanços e a luta por um Brasil mais justo e com mais dignidade para viver: o trabalhador. Em Porto Alegre, estão todos convidados a participar de dois eventos dedicados especialmente para os trabalhadores, para celebrar a data e reafirmar uma luta que precisa de fortalecer a cada ano.

Homenagem na Câmara Municipal (Quita-feira, 24/04)

No período de comunicações da sessão de amanhã, o Legislativo Municipal de Porto Alegre promove homenagem aos trabalhadores pelo seu dia e abre espaço para reforçarmos as lutas que ainda temos pela frente. Como vereador proponente, registro o convite a todos os trabalhadores e trabalhadoras para participarem conosco deste ato, a partir das 14h, no plenário Otávio Rocha.

1º de maio da Força Sindical

Na outra quinta-feira, no feriado do 1º de maio, acontece a tradicional comemoração da Força Sindical. Em Porto Alegre, as atividades acontecem no Parque da Redenção, das 14h às 19h. Não deixe de participar! Informações sobre todas as atrações aqui.