segunda-feira, 25 de julho de 2016

25 de julho - Dia do Rodoviário, do Escritor e de São Cristóvão

Hoje é dia de saudar a todos os profissionais que dedicam o seu dia a dia a transportar os trabalhadores e suas famílias e que merecem todo reconhecimento pela importância vital do seu trabalho para o dia a dia, seja na cidade ou nas estradas. Parabéns, rodoviários! Sou sempre parceiro da luta de vocês!


No dia de hoje, em que também se celebra o dia de São Cristóvão, padroeiro dos rodoviários e dos motoristas, pedimos que ele esteja conosco nesta semana, em que teremos bastante estrada pela frente!


E encerrando as datas comemorativas deste dia 25 de julho, por último, mas não menos importante, o Dia do Escritor! Nossa homenagem a quem, através da escrita, conta histórias, faz arte, transmite cultura e conhecimento! Parabéns a quem tem o dom da palavra, parabéns aos escritores! 

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Dia do Amigo

Dizem que os amigos são a família que a gente escolhe. Então o dia de hoje é para celebrar um dos laços mais importantes da vida: a amizade. A todos que têm o prazer e o privilégio de partilhar, com sinceridade e franqueza, os risos, lágrimas, vitórias e derrotas, um feliz Dia do Amigo!


quinta-feira, 14 de julho de 2016

Na tribuna: O SIM que fez a diferença para a Saúde e a Educação

Hoje é um dia de celebração para nós, aqui na Câmara Municipal. Acompanhamos, nesta tarde a promulgação da emenda à Lei Orgânica que estabelece o compromisso do Município em prover recursos para a implementação do turno integral nas escolas e ainda celebramos a aprovação de outra emenda que muda a nossa Lei, garantindo a ampliação do atendimento nos Postos de Saúde de Porto Alegre.

Na tribuna, agradecemos em nome de todas as lideranças da nossa cidade, dos dirigentes sindicais que participaram do processo, das pessoas que se somaram ao abaixo-assinado, dos participantes das assembleias regionais e temáticas do Orçamento Participativo e da Conferência Municipal de Saúde, pela sensibilidade dos vereadores em atender a essa grande demanda da nossa cidade pelo investimento na saúde básica. É na priorização da assistência primária que aproximamos os serviços da população, focando em prevenção e desafogando as emergências.

Um agradecimento em especial à vereadora Jussara Cony, que com sua experiência sindical, de gestora e de parlamentar contribuiu muito para tornar possível a aprovação destes dois projetos, fazendo a mediação junto aos partidos de oposição, bem como o líder do governo Kevin Krieger, que também desempenhou um papel fundamental para viabilizar esta conquista junto aos vereadores da base. Obrigado a vocês e a cada um dos colegas por tornar estas conquista possíveis.


quarta-feira, 13 de julho de 2016

Na tribuna: Clamor popular não garante cumprimento das leis

Já que a discussão do tema tem sido trazida à tribuna, reforçamos que seria muito bom se a simples regulamentação dos aplicativos resolvesse os problemas de mobilidade da nossa cidade. Colegas frisam a existência de um clamor popular pela questão dos aplicativos. Ele existe, e beneficia uma grande multinacional que visa se instalar em Porto Alegre e acabar a atividade de outra categoria que, há dois anos atrás, foi demandada a ampliar seu serviço.

Os taxistas de Porto Alegre foram obrigados a instalar uma tecnologia de GPS para constatar a efetividade da frota e ainda pagaram caro por essa tecnologia, que nem ao menos funcionava. A EPTC retirou mais de 300 taxistas que não poderiam estar trabalhando no transporte de Porto Alegre e essas pessoas são as que estão migrando para os aplicativos. Prova disso é o rapaz que teria sido agredido, que é notícia hoje, que é um ex-taxista.

Unicamente pelo clamor popular, acham que teríamos que liberar os aplicativos. Se a lógica é essa, pelo clamor popular deveríamos reduzir o salário dos vereadores para R$ 900 reais e ter sessões plenárias todos os dias. Deveríamos acabar com as blitz da Balada Segura, liberar a bebida nos estádios.

Em São Paulo, os aplicativos foram regulamentados por um decreto do prefeito Haddad, semelhante ao nosso projeto, mas lá não é cumprida a lei. Aqui também não será, porque a própria empresa diz que não carece de regulamentação.

Por isso foram banidos de diversos países, porque só visam o lucro, não tem compromisso nenhum com a empregabilidade e ainda pulverização qualquer relação de trabalho. Mas só o dirigente sindical, que é o dinossauro, parece enxergar isso.

O clamor popular também manifesta o protesto das pessoas, que estão saturadas de tantos impostos, que reivindicam não ter que arcar com uma carga tributária tão alta e que, principalmente, as leis sejam cumpridas. Em Porto Alegre, temos uma lei em que proíbe camelôs nas ruas e tem essa lei que proíbe a atuação dos aplicativos. Ambas não são cumpridas. Então, com muita calma, vamos avaliar essa questão, para que consigamos aprovar leis que sejam feitas para efetivamente trazer avanços e, sobretudo, serem cumpridas.




terça-feira, 12 de julho de 2016

Dia do Engenheiro Florestal

Hoje celebramos o Dia do Engenheiro Florestal, o profissional responsável por analisar os ecossistemas florestais e planejar estratégias para que seja feito seu uso de maneira sustentável. Parabéns a todos que, com o seu trabalho, contribuem para o desenvolvimento com responsabilidade ambiental!


segunda-feira, 11 de julho de 2016

Nota oficial das centrais: Propor jornada de 80 horas semanais é uma provocação ao trabalhador brasileiro

A Força Sindical, junto às demais centrais de trabalhadores do Brasil, emitiram uma nota oficial no fim da semana em repúdio à declaração do presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, pela sugestão de aumento da jornada de trabalho do brasileiro para até 80 horas semanais e 12 horas por dia - um total absurdo.

NOTA OFICIAL DAS CENTRAIS

Propor jornada de 80 horas semanais é uma provocação ao trabalhador brasileiro

Nós sindicalistas repudiamos a sugestão, proferida pelo presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, nesta sexta-feira (8), após uma reunião com o presidente interino Michel Temer e cerca de 100 empresários do Comitê de Líderes da MEI (Mobilização Empresarial pela Inovação), segundo a qual o Brasil deveria ampliar sua carga horária de trabalho em até 80 horas semanais e de 12 horas diárias para classe trabalhadora.

Neste momento em que as centrais sindicais buscam um diálogo, a fim de estabelecer um consenso benéfico para todos, tal afirmação, que faz lembrar a situação da classe operária do século 19, surge como uma provocação estapafúrdia ao povo brasileiro.

O que os trabalhadores querem e precisam é andar para frente, não retroceder na história. Neste sentido aproveitamos a oportunidade para reafirmar nossa bandeira pela redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais, sem redução de salário.

A proposta da jornada de 80 horas semanais vai na contramão de todos os estudos sobre o trabalho no Brasil. Pesquisas do Dieese, por exemplo, apontam que a adoção das 40 horas semanais poderá gerar mais de 2 milhões de novos postos de trabalho. Na mesma linha, estudos do Ipea apontam que uma jornada de 12 horas semanais seria suficiente para produzir a mesma riqueza produzida com uma jornada legal de 44 horas.

A elevação do nível de emprego e dos salários irá beneficiar todo o país e promover o crescimento da economia brasileira, fortalecendo o mercado interno, ampliando o consumo e estimulando os negócios no comércio e na indústria.

A adoção de uma jornada de 80 horas semanais, por outro lado, causará um atraso social, cultural e econômico, submetendo a classe trabalhadora a condições desumanas afetando (1) sua saúde e qualidade de vida; (2) sua possibilidade de escolaridade e conhecimento; (3) e reduzindo seu tempo de vida social e cultural.

Acreditamos que a redução da jornada de trabalho sem redução de salário é indispensável para ampliar a oferta de emprego, na medida em que os ganhos de produtividade – fruto do desenvolvimento tecnológico e de formas mais avançadas de gerenciamento – requerem essa mudança. Qualquer medida contrária só ampliará a precarização e retirará direitos consagrados pela luta histórica da classe trabalhadora.

As centrais sindicais conclamam à classe trabalhadora e ao conjunto do povo brasileiro para que se mantenham alertas, vigilantes e mobilizados para a luta contra o retrocesso neoliberal neste difícil momento da vida nacional, marcada por uma brutal ofensiva dos capitalistas contra o Direito do Trabalho, a democracia e a soberania nacional.

Adilson Araújo,
Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB)

Antônio Neto,
Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB)

José Calixto Ramos,
Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST)

Paulo Pereira da Silva,
Força Sindical

Ricardo Patah,
União Geral dos Trabalhadores (UGT)

Vagner Freitas,
Central Única dos Trabalhadores (CUT)

domingo, 10 de julho de 2016

84 anos de Sindec

Hoje o Sindicato dos Empregados no Comércio de Porto Alegre, o Sindec, comemora mais um ano de muito trabalho e luta em prol dos trabalhadores. Celebramos os 84 anos de existência desta entidade, que é uma referência no sindicalismo de Porto Alegre e do Rio Grande do Sul e que muito me orgulho em fazer parte. Parabéns a todos (as) que fazem este trabalho acontecer e todos os colegas comerciários. Vida longa ao Sindec!


segunda-feira, 4 de julho de 2016

Na Tribuna: Saúde básica fortalecida é sinônimo de prevenção

Hoje na tribuna não poderia deixar de me manifestar sobre a aprovação em primeiro turno do projeto que possibilita a ampliação do atendimento nos Postos de Saúde da nossa cidade. Em nome da população, de todos os participantes dos Fóruns Regionais do Orçamento Participativo que elegeram Saúde como prioridade, dos participantes da Conferência Municipal de Saúde e, principalmente, dos mais de 100 mil porto-alegrenses que integraram o abaixo-assinado que deu origem a este projeto de emenda popular, agradecemos a sensibilidade dos vereadores e do governo em relação a esta demanda.

Somos uma cidade que inova em muitos aspectos e, na Saúde, demos um passo importante à frente. Recentemente o Ministério da Saúde encaminhou um pedido ao Tribunal de Contas da União que comprova o que na prática nós estamos vendo: a impossibilidade dos Municípios de manter as Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs). A política de Saúde nos municípios não deve estar concentrada no atendimento emergencial, mas na atenção primária, que é a prevenção, o Programa de Saúde da Família e o funcionamento das Unidades Básicas, que são a porta de entrada do sistema de saúde.


Segurança Pública em debate

Na manhã desta segunda-feira acompanhamos a palestra com o secretário de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, que participou da reunião do Comitê Permanente de Segurança Metropolitano, na Câmara Municipal de Porto Alegre. Ele fez uma apresentação do trabalho desenvolvido no Rio de Janeiro e apresentou sugestões focadas na realidade de Porto Alegre e região, onde vivemos uma situação de crise diante da violência. Especialista no assunto, reforçou o que combate ao problema não depende exclusivamente do policiamento, mas de ações transversais entre todos os órgãos não apenas para repressão de crimes, mas na implementação de políticas públicas e sociais.


Dia do Operador de Telemarketing

Hoje é dia de homenagear que trabalha do outro lado da linha! Um serviço que não é nada fácil e que está presente em organizações dos mais diversos setores. Parabéns aos operadores(as) de telemarketing!

sábado, 2 de julho de 2016

Dia do Bombeiro

Hoje é dia de parabenizar os super-heróis da vida real: os bombeiros! Neste ano, em especial, a categoria tem mais um motivo para celebrar. Já está tramitando a desvinculação do Corpo de Bombeiros da Brigada Militar, o que deve garantir melhorias à corporação no Rio Grande do Sul.


quarta-feira, 29 de junho de 2016

Dia de São Pedro e da Telefonista

Que o dia de hoje traga as bênçãos de São Pedro, padroeiro do Rio Grande do Sul e dos pescadores!


Hoje também é dia da Telefonista! Nosso reconhecimento a quem faz o elo entre pessoas e serviços!

domingo, 26 de junho de 2016

Dia Mundial de Combate às Drogas

O dia 26 de junho é mundialmente considerado Dia de Combate às Drogas. São consideradas drogas todas as substâncias lícitas ou ilícitas que têm a propriedade de atuar sobre um ou mais sistemas do organismo, produzindo alterações em seu funcionamento e que, com mais ou menos uso, possam levar à dependência.

Estima-se que no Brasil, o índice seja de 6 milhões de dependentes químicos, o que representa 3% da população geral. A prevenção e conscientização a respeito da dependência e dos malefícios é a melhor arma para combater a disseminação do consumo.

Diálogo, atenção e compreensão, são fundamentais nesta luta.



sexta-feira, 24 de junho de 2016

100 dias para as eleições!

Estamos a 100 dias das eleições! Candidatos, comissões e diretórios já precisam estar preparados para um passo importantíssimo que antecede este processo: as convenções.

Comunicamos às lideranças do Solidariedade que todos os municípios precisam convocar os participantes até 30 dias antes da data da Convenção Municipal. Neste ano, o período para a realização das convenções é de 20 de julho a 5 de agosto.


Confira, no documento abaixo, todas as exigências para realização das convenções e as formas da convocação e preparem-se!

Orientação dos atos preparatórios para as convenções do Solidariedade



Comerciários reelegem diretoria com 98% de aprovação

O Sindicato dos Empregados no Comércio de Porto Alegre (Sindec) viveu, nesta semana, mais um processo eleitoral para renovação de dua diretoria. As votações tiveram início na última terça-feira, dia 21, sendo encerradas na noite desta quinta, 23, em que tivemos a confirmação da vitória da chapa 1 “Sempre Fazendo Mais por Você”,  que teve 98,78% de aprovação.





O resultado consolida o bom trabalho da gestão comendada pelo presidente Nilton Neco, da qual muito me honra fazer parte, na condição de secretário-geral.




Tivemos um processo marcado pela transparência e organização, buscando garantir a participação dos associados, através de quatro urnas fixas, dividas entre a sede central e o Departamento Médico, e doze urnas itinerantes que percorreram os locais de trabalho para coletar os votos. 



Ao final de cada dia de trabalho, a Comissão Eleitoral fez o cruzamento da relação de votantes para garantir que não houvesse duplicidade de votos. No último dia, as urnas lacradas foram abertas em frente ao público que acompanhava a apuração e voto a voto foi sendo contabilizado pelos fiscais, confirmando a participação de mais de 48% dos votantes na eleição.



Agradecemos a participação de todos que votaram, o empenho e a colaboração dos mesários e equipes responsáveis pela condução das urnas. A todos os sindicalistas que estiveram presentes, acompanhando este processo, em especial ao vice-presidente da Força Sindical Nacional e Presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos, Miguel Torres, que veio de longe e coordenou a apuração dos votos e ao Ministro do Trabalho, Deputado Ronaldo Nogueira, que se fez presente e assinou a ata de apuração. 


Foram eleitas Diretoria Executiva, Diretoria Administrativa Adjunta, Conselho Fiscal e Diretoria Sindical de Base. A posse está marcada para o dia 30 de outubro, em solenidade que também irá homenagear a categoria pelo Dia do Comerciário.

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Na tribuna: Municipários em Luta

Um dos temas que comentamos hoje na tribuna é a mobilização dos municipários de Porto Alegre, em luta para conquistar a reposição da inflação sobre os salários. Inflação nada mais é do que a deterioração na mesa dos trabalhadores nos últimos meses e a Prefeitura propôs que isso seja parcelado em três vezes, até o final do ano.

É como se o governo propusesse que o pão, o arroz, o feijão dos municipários de Porto Alegre continue com o mesmo valor do ano passado, só que sem combinar isso com o padeiro, o dono do supermercado ou do posto de gasolina.

A única coisa que os municipários estão negociando é a inflação, não existe aumento real. E é óbvio que a categoria não aceitou a proposta. Honraram o acordo feito, desobstruindo o plenário da Câmara, mas mantiveram sua mobilização. Apelamos que a prefeitura reveja essa proposta e faça justiça com estes trabalhadores.

Sessão Solene em homenagem aos atletas paralímpicos de Porto Alegre

Na próxima segunda-feira (27/6), a Câmara Municipal realiza uma sessão solene em homenagem aos atletas paralímpicos, que competem representando a nossa cidade, estado e país, dando um exemplo de inspiração e superação através do esporte. Contamos com a presença de todos!


quarta-feira, 22 de junho de 2016

Dia do Aeroviário

Hoje é dia de saudar quem trabalha para que tenhamos uma boa viagem, mesmo antes da decolagem. Parabéns a todos os aeroviários pelo seu dia!


segunda-feira, 20 de junho de 2016

Na tribuna: Portas abertas para a informalidade

Retomamos hoje, na tribuna, a denúncia do crescimento desenfreado do comércio irregular no centro de Porto Alegre. Ruas como Andradas, Dr. Flores, Marechal Floriano, Vigário José Inácio, Voluntários da Pátria, estão tomadas, não de pessoas fazendo compras, mas de vendedores ambulantes que oferecem todos os artigos imagináveis.

O centro de Porto Alegre está caótico, não em função dos manifestantes e grevistas, mas pela ausência de governo. O comércio está entregue a pessoas que levam mercadorias de caminhão, exploram essas pessoas e depois recolhem novamente. Precisamos tomar providências sérias, porque em breve teremos que novamente discutir na Câmara Municipal onde alocar essas pessoas, que estão nas ruas, calçadas e portas das lojas vendendo produtos industrializados, muitos de procedência duvidosa.


Urgente: Audiência Pública cancelada

Está cancelada a Audiência Pública que havia sido convocada para a próxima quarta-feira, dia 22, para tratar do projeto de regulamentação das plataformas digitais para o transporte de passageiros. A decisão foi tomada em função da grande mobilização identificada entre taxistas e motoristas da Uber, tendo em vista que a capacidade nas galerias da Câmara Municipal comporta apenas 300 pessoas. 

Fomos comunicados da decisão na tarde desta segunda-feira e pedimos que repassem esta informação a todos os interessados. Será realizada uma nova convocação para a audiência, que deve acontecer em um local mais amplo e que possa receber, com a segurança necessária, todos os interessados em participar.


Dia do Vigilante

Hoje é dia de homenagear os trabalhadores que têm no seu serviço a missão de proteger e resguardar nossa integridade e segurança. Profissionais que, muitas vezes, têm uma jornada longa e desgastante, que muitas vezes estão expostos a risco e que mantêm uma luta constante em busca de melhores condições de trabalho e do reconhecimento que a sua função merece. Parabéns a todos os vigilantes, aos batalhadores do Sindivigilantes do Sul que fazem uma luta séria em nome da categoria. Que possamos avançar nas conquistas e garantir dias melhores para os trabalhadores!


sábado, 18 de junho de 2016

Dia do Químico

No dia 18 de junho celebramos o Dia do Químico. Nesta data, em 1956, foi promulgada a Lei Mater dos Químicos (Lei nº 2800/56), que dispõe sobre o exercício da profissão e marcou a criação dos Conselhos federal e regionais. A partir de então, os químicos passaram a atuar ainda mais ativamente no progresso tecnológico, melhorando a qualidade dos produtos nacionais e de diversos procedimentos que envolvem essa ciência. Parabéns a todos os profissionais!

quinta-feira, 16 de junho de 2016

Na tribuna: Negligência dos governos nos torna cada vez mais terra de ninguém

O centro de Porto Alegre é o retrato da terra sem lei em que vivemos. Enquanto muitos lojistas batalham para manter as portas abertas, pagando caro para trabalhar e manter empregos na nossa cidade, assistem pela janela a concorrência informal literalmente tomar conta das ruas. O governo, que é eficiente na hora de recolher impostos e burocratizar o comércio regular, é omisso e nulo na hora de cumprir o seu papel de fiscalização e de zelar por eles.

O mesmo acontece com o governo do Estado em relação à segurança. Mais uma vez, assistimos ao uso desproporcional de força para reprimir manifestações populares, de estudantes e crianças, em vez de atacar as causas. Não é uma crítica à Brigada Militar, como alguns consideraram na moção que aprovamos no mês passado, em apoio à liberdade de manifestações, mas sim uma crítica ao comando, ao governo do Estado, que nos surpreende ao revelar um amplo contingente somente nessas horas, quando o povo se manifesta contra a falta de repasses, em nome da educação, da saúde e da própria segurança.

Tanto em relação à ausência de fiscalização, quanto ao uso do policiamento ostensivo para repressão das manifestações populares, o que fica evidente é a falta de foco, de organização, de gestão. Quem perde somos todos nós e se continuar assim, teremos cada vez menos amparo e mais povo na rua.



segunda-feira, 13 de junho de 2016

Na Tribuna: Saída para a Previdência não é punir o trabalhador

Após reuniões em Brasília para tratar do tema, seguimos mobilizados pela garantia da aposentadoria diante das ameaças de uma reforma que pode afastá-la ainda mais do horizonte dos trabalhadores brasileiros. A nossa mensagem para o governo é simples: não vamos pagar mais essa conta.

A Previdência Social brasileira é a maior empresa do mundo. Ela não se constitui apenas da porcentagem que os trabalhadores e empresários repassam mensalmente, mas também de um chamado “caixa único”, responsável por assegurar os direitos à Saúde, Previdência e Assistência Social. No caso dos trabalhadores privados, ainda há um teto máximo que penaliza os contribuintes. Ainda assim, as pessoas trabalham sabendo quando vão se aposentar. Não venha este governo, eleito há dois anos atrás, apesar da mudança de presidente, mudar as regras e o planejamento de vida de milhares de brasileiros.

Que se mexa nos Refis, porque somente as empresas devem R$ 374 bilhões, que com certeza impactam nesse déficit da Previdência Social Brasileira, que querem que os trabalhadores paguem a conta. Outra questão que a sociedade deve começar a discutir é o caso das entidades filantrópicas que, se cobram, devem contribuir.

E por que os altos salários do judiciário, dos servidores públicos, não têm a regra que o servidor que contribui tem? Por que aos aposentados federais, do Legislativo e Judiciário não se aplica esse teto e permanecem recebendo fortunas? Por que a Previdência não vende os milhares de imóveis fechados, inutilizados, que valem milhões? Por que o governo não faz a correção da tabela do Imposto de Renda? Antes de punir os trabalhadores brasileiros, é preciso trabalhar em cima desses questionamentos.


Dia de Santo Antônio

Um dia depois do Dia dos Namorados, é celebrado o Dia de Santo Antônio, conhecido como santo casamenteiro! Frade franciscano, também é considerado protetor dos pobres, padroeiro dos objetos perdidos e pregador do Evangelho. Que ele esteja conosco, tornando nossa semana mais iluminada!

domingo, 12 de junho de 2016

Dia Nacional Contra o Trabalho Infantil

No dia 12 de junho também é lembrado o Dia Mundial e Nacional Contra o Trabalho Infantil, que chama a atenção para um problema muito grave e recorrente em vários países do mundo, inclusive no Brasil. A data foi instituída mundialmente em 2002, pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) e busca alertar a população para o fato de muitas crianças serem obrigadas a trabalhar diariamente, quando deveriam estar na escola, aprendendo a construir um futuro melhor para si e para as suas famílias.



Feliz Dia dos Namorados!

Hoje é dia dos apaixonados! Que o Dia dos Namorados seja repleto de bons momentos para todos os casais que celebram hoje a união, a cumplicidade, a sintonia, a paixão e o amor!

Falando em amor, para você, amar é...?
Complete a frase nos comentários! S2


<3 class="separator" div="" style="clear: both; text-align: center;">

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Na tribuna: Liberdade das Práticas Religiosas

Na primeira manifestação em tribuna na sessão desta quinta-feira, alertamos para a tramitação de mais um projeto discriminatório em relação às religiões de Matriz Africana da nossa cidade. Mais precisamente, a mesma medida que gerou polêmica na Assembleia Legislativa e que não avançou na casa do povo do Rio Grande do Sul. Não deve ir adiante em Porto Alegre, em respeito à diversidade religiosa, à cultura e às milhares de pessoas que a vivenciam e sabem que crueldade e maus tratos aos animais não fazem parte das práticas das casas religiosas. Uma medida desnecessária à Câmara Municipal, que tem buscado estabelecer uma agenda positiva, priorizando projetos relevantes para a nossa população.


Dia do Porteiro

Hoje é dia de parabenizar e prestar o merecido reconhecimento aos profissionais que estão sempre de prontidão para nos receber, tornando nossas chegadas, saídas e mesmo as ausências mais seguras. Parabéns a todos os porteiros(as) pelo seu dia!

terça-feira, 7 de junho de 2016

Solidariedade realiza curso na próxima terça-feira

Falta uma semana!

É com muita satisfação que convidamos mais uma vez as lideranças do Solidariedade RS a participarem de um novo curso de qualificação, em preparação às eleições deste ano. As atividades acontecem na próxima terça-feira, dia 14. Nos vemos lá!