sábado, 5 de setembro de 2009

Boa sinalização para a luta pelo fim da faixa de fronteira



O jornal Zero Hora deste sábado, 5 de setembro, traz matéria sobre a decisão federal de autorizar a empresa Stora Enso comprar terras na faixa de fronteira do RS. A autorização foi concedida pelo Conselho de Defesa Nacional, ligado à Presidência da República. Agora, segundo a publicação do Diário Oficial, a atividade empresarial, segundo o jornal, dependerá de "acompanhamento do órgão ambiental competente". Veja abaixo o resumo da matéria, publicada no site do jornal.

Stora Enso poderá regularizar terras compradas na faixa de fronteira no RS

Tentativa de liberação de registro em nome da empresa se arrastava por mais de dois anos

A Stora Enso conseguiu remover um importante obstáculo ao seu plano de expansão no Brasil. O grupo sueco-finlandês, maior fabricante europeu de papel, obteve aval para regularizar o registro de terras compradas na faixa de fronteira no Rio Grande do Sul.

Agora, o projeto da fábrica gaúcha, estimado em US$ 1,5 bilhão, depende da recuperação da demanda mundial e do destravamento do cronograma de investimentos da empresa em vários países. No Rio Grande do Sul, a Stora Enso comprou 46 mil hectares, dos quais 20 mil já foram plantados, de um total previsto de 100 mil hectares.

As aquisições foram interrompidas em 2006, e o cultivo, no começo do ano passado, quando a crise internacional se agravou e a tentativa de liberação de registro em nome da empresa se arrastava por mais de dois anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário