quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Na ONU, Lula defende reforma do FMI e atuação do Estado contra crise

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta quarta-feira, em reunião da ONU que é "imprescindível" que os países façam uma "refundação da ordem econômica mundial" para tirar a economia global da recessão, informa a mídia nacional e internacional. O presidente brasileiro defendeu ainda uma reforma no FMI (Fundo Monetário Internacional) e no Banco Mundial e criticou a atuação dos mercados que pretendiam dispensar a regulação do Estado, tese que prevaleceu no período neo-liberal, durante os anos noventa e início desta década.

- Leia mais aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário