sexta-feira, 27 de maio de 2011

Procissão na 132 Romaria de Nossa Senhora de Caravaggio reúne fiéis desde cedo; Força Sindical deu suporte aos romeiros

A central distribuiu água aos fiéis que expressaram sua religiosidade em Farroupilha
A Força Sindical-RS participou nesta quinta-feira da 132ª Romaria de Nossa Senhora de caravaggio em Farroupilha. Milhares de fiéis expressaram sua religiosidade durante o trajeto de 35 quilômetros percorridos a pé entre as cidades de Caxias do Sul e Farroupilha. A chuva fina e fria que caiu desde cedo não afastou os participantes da caminhada. Chamou a atenção o número de jovens que fizeram a peregrinação.
O presidente da Força Sindical-RS, Clàudio Janta, participou do ato de fé e também distribuiu água e imagens em papel da santa aos romeiros que passavam no trajeto. Duas barracas da central foram montadas às 6h da manhã até o santuário, onde era rezadas as missas. A festa de Caravaggio pretende reunir até domingo mais de 350 mil pessoas.
A Força Sindical-RS saúda a todos os participantes da romaria!

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Sindicato dos comerciários de São Jerônimo é fundado com apoio da Força Sindical e da Fetracos


Agora o Sec/São Jerônimo tem sede própria
O Sindicato dos Empregados do Comércio de São Jerônimo foi fundado no início da noite de hoje no Município com a presença da diretoria da antiga base, o Sindicato dos Comerciários de Guaíba, membros da Força Sindical, da Fetracos e dos demais sindicatos de comerciários do Estado, como o de Pelotas, com a presença de Elvio Gelim; Alvorada, com a presença de Gilson Santana; Porto Alegre, com os diretores Cláudio Côrrea e Marcelo Furtado; e Quaraí.
O presidente da Fetracos e da Força Sindical-RS, Clàudio Janta, presidiu os trabalhos, chamando a presidente do Sec/Guaíba, Ivone Simas, para declarar os motivos da fundação. "O Sec/Guaíba acredita que os sindicatos devem se expandir e ter a sua própria entidade", afirmou, ao justificar a fundação. Ivone saudou os sindicatos filiados à Fetracos - Federação dos comerciários do RS - presentes no ato. Segundo ela, foram representantes de São Jerônimo que a procuraram para apresentar as demandas da categoria, reivindicando uma sede, direção e identidade própria. Outros municípios da região como General Câmara, Sentinela do Sul e Mariana Pimentel devem ir nessa direção também.
Todos os serviços oferecidos pelo sindicato continuam funcionando como antes da fundação, quando era baseado no Sec/Guaíba, só que agora há uma sede própria, embora Ivone tenha informado que estará dando todo o suporte necessário para os primeiros meses de funcionamento do sindicato de São Jerônimo. "Boa sorte, que vocês façam o sindicato forte, contem com nós", disse Ivone.
O presidente Janta leu o edital de fundação publicado na imprensa e colocou o documento em votação, com aprovação unânime de todos os presentes. Logo depois, foram aprovadas as filiações à Força Sindical e à Fetracos. A diretoria da entidade também foi empossada com a apresentação de chapa única liderada pelo presidente Adílson Borgori.
"Estou muito feliz por este momento, a fundação de um sindicato sempre me emociona, ainda mais desse que é um filho do Sec/Guaíba. A entidade tem a obrigação de defender os trabalhadores", ressaltou Janta.
Segundo Janta, sindicato forte é sinal de mais direitos para os trabalhadores. "Nâo temos o lobby dos grandes políticos, mas vamos à Brasília e sentamos com os deputados para negociar e buscar melhores condições de trabalho para a nossa categoria. A fundação do Sec/São Jerônimo é importante para o futuro dos filhos de vocês", disse Janta à plateia que lotou a sala do sindicato.
O presidente falou ainda das bandeiras de defesa e luta dos comerciários, como a regulamentação da profissão, jornada de 40 horas e fim do fator previdenciário. "Estamos com uma campanha forte pelo fim do fator previdenciário. Quando a pessoa vai se aposentar, mudam as regras e o sujeito fica empenhado em ter que trabalhar, porque não há seguridade social quando aumenta o limite de idade", afirmou.
O presidente empossado, Adílson Borgori, discursou e conclamou todos os comerciários de São Jerônimo a participarem do sindicato. "A gente tem muito trabalho pela frente, com mais lutas pelos nossos direitos. Obrigada pela ajuda da Força Sindical e dos sindicatos presentes", disse. Também acompanhou o ato a nova secretária de Finanças, Sílvia Dutra, e demais integrantes da diretoria.
O estatuto da entidade estará à disposição a todos os filiados na sede do Sec. Seguem valendo as mesmas carteirinhas e benefícios. Amanhã será entregue documento aos patrões dos comerciários integrantes do sindicato que garante a estabilidade dos trabalhadores na continuidade de seus empregos, aliado às atividades do sindicato.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Diretas Já no PDT para garantir Fortunati na Prefeitura




Na última segunda-feira, 23, foi realizado o segundo encontro organizado pelos movimentos Brizola Vive, Coletivo Força e Fé, Movimento Trabalhista, Juventude, AMT e outros órgão de ponta do PDT, na sede do partido.
Na pauta das reuniões, a mobilização para reestruturar o partido em Porto Alegre, por meio de eleições DIRETAS JÁ para o Diretório Metropolitano, e garantir a eleição de José Fortunati.

Na reunião, Clàudio Janta afirmou que “somente com um partido mobilizado, fortalecido em suas bases pelas eleições DIRETAS JÁ, pode assegurar a vitória trabalhista nas próximas eleições municipais”. (Informações do blog Coletivo Força e Fé pelo Trabalhador)

A segunda reunião das bases que exigem eleições DIRETAS JÁ ampliou o apoio das bases e agregou novas lideranças ao movimento que exige a democratização interna do partido em Porto Alegre.

Abaixo, manifestação de apoio do Movimento Socialista de Cultura Darcy Ribeiro.








terça-feira, 17 de maio de 2011

Brizola Vive e Coletivo Força e Fé defendem ELEIÇÃO DIRETA JÁ

Em breve, enfrentaremos um novo processo eleitoral, em que estará em jogo a Prefeitura de Porto Alegre, o mais importante espaço Executivo Municipal ocupado pelos trabalhistas em todo o Brasil.

Diante disso, neste momento é grande a nossa responsabilidade diante do processo sucessório para que o Trabalhismo continue no comando da Capital do estado.
Para tanto, é fundamental que o Partido esteja cada vez mais vivo, atuante e presente no cotidiano da cidade, levando as propostas trabalhistas aos cidadãos portoalegrenses, nas bases sindicais, nos bairros, nas universidades, nas escolas, nas ruas.
Não existe melhor momento para a construção dessa mobilização do que a eleição para o Diretório Municipal, instrumento capaz de oxigenar o partido, promover a democratização interna e entusiasmar a militância.

Nós temos a militância mais aguerrida e um capital político e ideológico como nenhum outro partido e, por isso, temos o dever de ativar todas as instâncias partidárias para dar início ao processo de recondução do companheiro José Fortunati.

Vamos mostrar que podemos não apenas seguir governando a Capital dos gaúchos, mas também que vamos fazer de Porto Alegre a cidade mais preparada para receber a Copa do Mundo, com infra-estrutura adequada e qualidade de serviços.

Por isso, o Movimento BRIZOLA VIVE e o COLETIVO FORÇA E FÉ defendem a ELEIÇÃO DIRETA para o Diretório Municipal de Porto Alegre, honrando a história e o compromisso do PDT e dos nossos maiores líderes com o mais pleno exercício da democracia – o voto na urna.

O nosso compromisso é com o PDT na Prefeitura de Porto Alegre e com o desenvolvimento do Rio Grande do Sul e do Brasil, para que os trabalhadores tenham uma vida melhor, com empregos, qualificação profissional, escola de tempo integral, trabalho decente e soberania.

Porto Alegre, 16 de Maio de 2011

terça-feira, 10 de maio de 2011

Janta se reúne com Juliana Brizola e define novos rumos
















A deputada Juliana Brizola e o líder sindical Clàudio Janta, presidente da Força Sindical/RS, estiveram reunidos na tarde desta segunda-feira, na sede da entidade, para discutir a convergência da atuação nas áreas da educação e do trabalho.
A reunião contou com a participação dos presidentes da Juventude Socialista Estadual do PDT, João Cella; da Juventude Socialista de Porto Alegre, Jonatas Ouriques; e do Movimento Sindical do partido, Cláudio Correa. Na ocasião, também debateram os rumos do PDT na Capital e no Estado, que resultou na decisão de convocar uma plenária conjunta para a próxima segunda-feira, 16 de maio, na sede do PDT em Porto Alegre. Os dois defendem eleição direta para os diretórios do partido.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Janta destaca a ausência de representantes dos trabalhadores no Congresso e governos



Para presidente da federação, os políticos eleitos têm ideologia eleitoreira e governista, ao invés de ter uma ideologia sindicali
sta. Falta luta pelas bandeiras dos trabalhadores.

O presidente da Fetracos, Clàudio Janta, perguntou se o movimento sindical está pronto para reinventar a roda, uma vez que o ex-presidente Lula construiu sua carreira e chegou à presidência 25 anos atrás com a necessidade de inclusão dos trabalhadores na política nacional, a mesma luta que está se apresentando para o movimento sindical. Com esse mote, Janta iniciou seu painel sobre o tema "Relações dos Trabalhadores com o Governo federal".

Conforme o presidente da federação, os trabalhadores precisam se envolver e se colocar nos debates e disputas políticas nacionais, explicitando a necessidade de ter um representante que saiba os anseios dos trabalhadores. O trabalho e dedicação do deputado federal Paulinho da Força foi destacado como exemplo de atuação em prol dos trabalhadores, que não se rendeu à política de cargos do governo federal. "Temos que ter representação nossa, com políticos que votem por nós", afirmou.

Segundo Janta, quando haver maioria de eleitos que defendam bandeiras como regulamentação profissional, a conversa dos governantes mudará e o tratamento dos trabalhadores será melhorado, com suas reivindicações sendo levadas a sério e efetivadas.

"Se tivermos um candidato em Porto Alegre, Guaíba, Canoas, teremos representantes dos trabalhadores concorrendo e divulgando nossas propostas e objetivos", frisou Janta. A importância de ter um nome na Assembleia Legislativa também foi abordada por Janta. O que falta é a ideologia siindicalista aos políticos, que desenvolveram uma ideologia partidária e eleitoreira, criticou o sindicalista na finalização do painel. Depois, a discussão ficou aberta aos participantes.

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Mais de 500 trabalhadores filiados confraternizam em Guaíba


Ao Centro: Dra. Carmem, Janta e Campeão Vargas

Presidente Clàudio Janta foi recepcionado. Sindicalizados e familiares churrasquearam no CTG Darci Fagundes.

O presidente da Força Sindical-RS, Clàudio Janta, seguiu a maratona comemorativa do Dia do Trabalhador visitando os festejos dos trabalhadores em Guaíba, no CTG Darci Fagundes. A festa começou no fim da manhã de domingo e contou com um saboroso churrasco. Janta foi recebido pelos trabalhadores e suas famílias e pelo vereador Campeão Vargas e demais colaboradores.

A festa contou com distribuição de prêmios à categoria, como televisores LCD, bicicletas, DVDs, eletrodomésticos, entre outros ítens. A advogada da central, dra. Carmem Pinto, foi agraciada com uma placa e um buquê de rosas pelos serviços prestados à categoria.

"Me sinto feliz com esta homenagem que não esperava. Esta reunião dos trabalhadores com os familiares está linda, pois se sindicalizar é fundamental para a sociedade", bradou.

O presidente Janta afirmou que os trabalhadores estão qualificados, embora muitos políticos estejam tentando maldizer a categoria. O que falta, conforme Janta, é ampliar o mercado e formalizar estes profissionais.

O galpão do CTG ficou lotado com mais de 500 pessoas familiares dos trabalhadores de Guaíba.

Campeão agradeceu a presença da central e disse que os prêmios distribuídos são um presente de lembrança da luta positiva dos trabalhadores.

Grande show concentra trabalhadores em Canoas; centrais reafirmam luta pela redução da jornada e reajuste salarial


Dia do Trabalhador em Canoas

Evento em Canoas concentrou público desde manhã

Shows de grupos musicais, com destaque para a dupla Gian e Giovane, e de teatro embalaram as comemorações em Canoas desde o início da manhã deste domingo. O presidente Clàudio Janta foi à cidade na região metropolitana de noite e discursou durante o ato unificado das lcentrais sindicais do Rio Grande do Sul que na cidade se uniram para comemorarem juntas a data.

Janta disse que um país sem cultura não consegue sair da zona de pobreza, durante a defesa de maior acesso da população a espetáculos. Ele destacou a luta por igualdade de direitos e também lembrou a importância do acesso igualitário à cultura. As lideranças reafirmaram compromisso com reajuste salarial e redução da jornada de trabalho.Lideranças subiram juntas ao palco e em geral discursaram em prol do reajuste salarial, redução da jornada de trabalho e direitos dos aposentados.

O presidente da Força saudou os presentes com muita simpatia e foi muitíssimo aplaudido. Parabenizou os trabalhadores, sobretudo a classe operária, pelo dia. O presidente da Força Sindical-RS ressaltou a luta pela igualdade entre os trabalhadores, não somente de direitos, mas também de acesso à educação e cultura. Disse que o trabalhador também deve ter condições de freqüentar eventos culturais e shows e que são muitas lutas pelos direitos do trabalhador, mas que este também merece ter “o seu lugar ao sol”.


O diretor do Sindicato dos Comerciários de Canoas, Antenor Federizzi, disse que em Canoas o evento já é tradição, um hábito do trabalhador vir até o parque na data para passar dia com sua família. Segundo Federizzi, Canoas conta com a presença da Força Sindical pelo segundo ano no evento e que o resultado foi muito bom, pois mesmo com o frio e o Grenal, o número de pessoas prestigiando o 1º de Maio em Canoas foi muito grande.

O prefeito de Canoas, Jairo Jorge, destacou o sucesso da união das centrais em prol dos trabalhadores, ressaltando que a Força Sindical já esteve com eles antes. Lembrou da importância da unidade dos trabalhadores e declarou que este é “um momento de afirmação da luta, para que os direitos se consolidem e também sejam realizados avanços”.

Vice-prefeita de Canoas, Beth Colombo, estava presente e também disse algumas palavras.

Depois dos discursos, retornou ao palco a dupla FatDuo, antes de dar lugar aos Fagundes e Gian & Giovani.


Muitas pessoas prestigiaram o evento durante o dia todo e se encontravam até a noite aguardando o grande show da dupla sertaneja.

Animação do público durante shows no Marinha marca Dia do Trabalhador


Diretores e presidente da central dançaram ao som das apresentações

O Parque Marinha do Brasil serviu de cenário para uma tarde de muita diversão em homenagem do 1° de Maio, Dia do Trabalhador. Numa tarde em que o sol teimou em aparecer, muitas pessoas dançaram e interagiram sob o comando, especialmente, da dupla FatDuo que abriu os trabalhos por volta das 13h. O diretor da Força Sindical-RS Luís Carlos Barbosa saudou os presentes e deu as boas vindas ao dia dos trabalhadores, destacando a luta de todos pela qualificação profissional, especialmente neste período preparatório à Copa do Mundo, em que muitas lideranças políticas estão confundindo falta de qualificação com ausência de qualificação, o que não é verdade. Os trabalhadores no mercado de trabalho estão qualificados, o que falta são políticas públicas responsáveis que ampliem o processo de inserção e melhora da capacitação dos novos profissionais.

Diversas banderias da Força compuseram o clima do local, que ficou muito bonito, repleto de balões, público e bandas. Logo depois da fala de Barbosa, o palco recebeu o show do grupo Se Ativa que animou a tarde com seu pagode. Depois foi a vez de Tributo a Tim Maia, que embalou a galera ao som dos grandes hits do saudoso cantor.

Por volta das 15h, a dupla FatDuo voltou ao palco para a chegada do presidente da central, Clàudio Janta, que vinha de uma maratona de visitas a festas de categorias ligadas à Força Sindical-RS. A dupla ousou de seu tradicional humor, juntamente com Janta, e os três realizaram diversas brincadeiras e deram um tom lúdico para explicar a importância do dia de hoje.

O grupo Tchê Guri encerrou a tarde cantando seus sucessos e promovendo em algumas músicas um baile a céu aberto. O ventinho frio não espantou os trabalhadores, crianças, jovens e todos que apareceram no Marinha para prestigiar uma boa música, tomar chimarrão e se divertir.

O final do evento teve a tradicional fotografia de toda a equipe da Força Sindical-RS. As festas de Alvorada e Canoas também reuniram grande público.


Central visita filiados e companheiros e reafirma bandeiras de luta


Força foi na Associação da Carris e na festa da NCST

A comitiva da Força Sindical-RS deu início prático dos festejos pelo Dia do Trabalhador visitando categorias filiados e companheiros de luta. Liderado pelo presidente Clàudio Janta, um grupo de diretores e colaboradores da central estiveram na Associação dos Funcionários da Carris prestigiando o evento realizado por motoristas, cobradores e demais funcionários de uma das principais empresas de ônibus da Capital. A associação realizou torneios de futebol e vôlei, lotando o parque ao redor da sede dos funcionários na Zona Norte. Havia inúmeras churrasqueiras preparando o melhor da culinária gaúcha para um grande almoço. Além disso, o ônibus Brinquedoteca da Prefeitura Municipal estava no lugar, atraindo crianças que se divertiam dentro do veículo. Os pequenos também tiveam oficinas de penteados, manicure e uma cama elástica.

A qualificação profissional, a necessidade de trabalho seguro e decente foram lembrados pelos trabalhadores como as defesas comuns que os aproxima e liga à central.

O diretor da Associação, Fernando Albino, agradeceu a presença do presidente Clàudio Janta e do diretor Luis Carlos Barbosa. Janta disse ao presidente da Associação, Sandro Abade, que o trabalhador tem que valorizar seu ofício dia a dia. Abade também aproveitou para mostrar as instalações da sede à comitiva da central. Ambos lembraram do trabalho que vem sendo realizado pelo presidente do Sindicato dos Rodoviários, Acosta, em benefício de uma das categorias mais importantes de Porto Alegre.

"Nós rodoviários, junto com nossa diretoria, estamos orgulhosos de estar afinados com a central. Assim como destacamos o trabalho de Acosta que nos auxília a manter nossas ações sociais. A atuação do presidente Janta é um estímulo para nos manter unidos, o que é importante para o trabalhador", disse Albino.

A comitiva seguiu depois para a festa realizada pela Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST), na Casa do Gaúcho, localizada no Parque da Harmonia. Janta foi saudado e homenageado pelos trabalhadores do Sindicato da Construção Civil de Porto Alegre (STICC) e pelo presidente da NCST, Walter Souza, que capitaneou as homenagens à categoria.

O presidente da Força Sindical-RS disse que não poderia deixar de aceitar o convite do presidente Souza e visitar a festa da Nova Central. "Somos parceiros em muitas bandeiras e eventos. Os trabalhadores da construção civil estão desenvolvendo o país, estão literalmente construindo a realização da Copa do Mundo", disse Janta.

Segundo o presidente, a qualificação profissional deve ser feita no sentido de ampliar o quadro de trabalhadores aptos ao mercado de trabalho formal para que o país "saia da crise de qualificação em que se encontra".

"Nós estamos juntos aqui lutando pelas mesmas coisas, somos filhos dos mesmos pais e mães", falou, em referência às bandeiras comuns da Força e da Nova Central. Walter agradeceu a presença de Janta e completou: "Precisamos de companheiros para os grandes projetos e principalmente de companheiros que façam algo pela sociedade", afirmou.

Barbosa lembrou da sua vitória no Sindec/Poa em 1984, afirmando que contou com o apoio dos trabalhadores da construção civil. "Foi a unidade com o STICC que nos deu a vitória. Saúdo estes companheiros que estão aqui passando o domingo nesta festa com sua família, namoradas, filhos".

Força Sindical-RS participa de procissão e missa da Nossa Senhora do Trabalho a céu aberto

A chuva não veio e a cerimônia reuniu centenas de fiéis

Eram 9h da manhã quando a imagem de Nossa Senhora do Trabalho e de Don Luis Guanella deixaram a sede do Lar do Idoso, na rua Ary Tarrago, rumo à Igreja do Trabalhador, percorrendo cerca de quatro quilômetros nos ombros de colaboradores da Força e demais participantes da demonstração de fé. A 57ª Procissão da Nossa Senhora do Trabalho foi animada por cânticos, gritos de viva e muita animação com bandeirolas, faixas e bandeiras da Força Sindical. O padre Ivo puxou as orações durante o trajeto, que contou com queima de fogos de artifícios e a presença do arcebispo de Porto Alegre, Dom Dadeus Grings. O arcebispo rezou uma bonita missa na frente da Igreja Nossa Senhora do Trabalhador, quando as imagens chegaram ao local. O sermão discorreu sobre a importância do trabalho humano.

No final da missa, Janta destacou que o Dia do Trabalhador não é só para ser comemorado: "Temos que pensar e trabalhar por melhoras. Este universo tem muitos problemas, desde a falta de qualificação até a exploração das pessoas e do ofício; falta de condições e desrespeito aos direitos", afirmou.

Estavam presentes o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati; o deputado federal Vieira da Cunha; vereadores; e lideranças sociais.

O presidente Clàudio Janta e os diretores Cláudio Corrêa e Luis Carlos Barbosa rezaram nas primeiras fileiras junto com o prefeito e as lideranças. Todos ficaram muito emocionados com o ato de fé e concentração em homenagem aos trabalhadores, com a missa ficando lotada.

No final da cerimônia, o arcebispo Dom Dadeus fez a tradicional bênção das carteiras de trabalho.