segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Brasil aumenta investimento em máquinas com ênfase na importação

Estudo do Ministério da Fazenda mostra que a taxa de investimento em máquinas e equipamentos no Brasil (10,7%) é a terceira maior em um grupo de 12 países, liderado por China, com investimentos de 14,9% do PIB, e Índia (13%). O estudo apresenta uma comparação da taxa de investimento em máquinas em períodos distintos – em 2008, auge pré-crise mundial, e em 2011. 

O Brasil é terceiro colocado nas duas fases. Mas a grande mudança entre os dois períodos é a composição da taxa: em 2008 ela era formada principalmente pela produção doméstica de bens de capital, e a partir de 2010 ela é crescentemente composta por máquinas e equipamentos importados. 

Sendo assim, medidas urgentes devem ser tomadas para que não aumente a importação de máquinas e equipamentos e acabe trazendo prejuízos irreversíveis para a indústria nacional.

A indústria brasileira nasceu pela união de esforços, e hoje em dia mostra que sua manutenção exige a mesma fórmula, para que o Brasil tenha no futuro, a riqueza para promover um desenvolvimento com maior distribuição de renda, mais empregos, menos impostos e justiça social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário