terça-feira, 5 de junho de 2012

Escola de Tempo Integral, uma solução para socializar os estudantes

Um dos grandes gargalos da educação no Brasil encontra-se na estruturação do modelo de ensino porque sempre sofremos da falta de estrutura e investimento nessa área.

Uma cidade deve ter plenas condições de estabelecer excelência na educação básica. O número de escolas de educação infantil (creches) e a respectiva falta de vagas têm aumentado e devem crescer cada vez mais.

No que se refere ao ensino fundamental, os investimentos devem ser direcionados para que o alto nível de qualidade, já alcançado por algumas escolas, possa atingir todas as escolas. O controle sobre o uso das verbas vinculadas aos programas de educação devem ser aperfeiçoados, bem como devem ser valorizados cada vez mais os professores.

A grande reformulação do ensino e a que possui maior alcance social, é a introdução de escolas de tempo integral na rede pública como uma forma de melhoria na instrução escolar, pois com o aluno mais dentro da instituição de ensino poderá promover um maior contato com o conhecimento. 

Segundo a presidente Dilma Rousseff, mais de 30 mil escolas em todo o país terão aulas em tempo integral ainda em 2012. O Programa Mais Educação, que oferece atividades em tempo integral aos estudantes do 1º ao 9º ano, deve beneficiar cinco milhões de estudantes, inclusive em escolas rurais.

Com o período maior, será possível levar aos alunos um conhecimento mais efetivo e uma educação básica de qualidade a fim de proporcionar a formação integral dos alunos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário