segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Janta aponta saúde, educação e transporte como prioridades

Na última semana declarei os principais pontos que ainda devem melhorar em Porto Alegre durante entrevista ao Jornal do Comércio. Confira a matéria abaixo.
 
 
 

Presidente da Força Sindical no Rio Grande do Sul e candidato pela primeira vez à vereança de Porto Alegre, Cláudio Janta foi um dos dez parlamentares mais votados na Capital. Filiado ao PDT desde 2009, o secretário-geral do Sindicato dos Comerciários já havia feito sua estreia nas urnas ao concorrer ao cargo de deputado estadual na eleição de 2010.

Segundo ele, entretanto, neste ano, a campanha não foi apenas exitosa, mas também muito diferente. “Vivi a cidade e me emocionei com ela”, conta, revelando a que atribui o resultado expressivo. “Os mais de 10 mil votos que fiz vieram do contato direto com as pessoas. Visitamos os moradores nos bairros da cidade antes mesmo da campanha iniciar para procurar colher as demandas da comunidade”, relata.

Em relação às deficiências que ainda observa na cidade, Janta aponta três fatores cruciais para o desenvolvimento no município. “Porto Alegre tem muito o que melhorar, principalmente na área da saúde, transporte público e educação. Os postos de saúde fecham às 17h, e, com isso, as pessoas acabam lotando as emergências dos hospitais. Também há falta de creches e escolas de turno integral. Além disso, o transporte público é uma vergonha. Não podemos ficar na mão de meia dúzia de empresas, precisamos de concorrência para melhorar o serviço prestado”, critica.

Apesar dos problemas apontados, o sindicalista demonstra confiança e uma expectativa positiva para o seu mandato. “Todos esses gargalos podem ser discutidos na Câmara Municipal. Como dirigentes sindicais, tentamos, muitas vezes, apresentar projetos, mas tínhamos somente um tempo mínimo de Tribuna Popular. Agora, poderemos participar das comissões, reunir os vereadores e propor leis”, projeta.

Janta, do mesmo partido do prefeito José Fortunati, reconduzido para administrar a Capital nos próximos quatro anos, acredita que haverá uma boa relação do Legislativo com o Executivo. “Tudo o que Fortunati fizer para o bem dos cidadãos tenho certeza de que a Câmara e a sociedade civil apoiarão".

Nenhum comentário:

Postar um comentário