quinta-feira, 21 de março de 2013

Por mais público nas audiências públicas

Na última segunda-feira tivemos na Câmara de Vereadores a realização de uma Audiência Pública para discutir os encaminhamentos da obra da Edvaldo Pereira Paiva, que mobilizou a sociedade contra o corte de árvores próximo à Usina do Gasômetro. Ali, buscamos estabelecer medidas para a instituição efetiva do Parque do Gasômetro, que já existe na lei, mas ainda não saiu do papel.

O que presenciamos durante a audiência foi a necessidade da população de dialogar com o governo e de participar nas decisões que vão interferir no seu dia a dia e na cidade. Para que isto aconteça, a população deve ser ouvida e, pensando nisso, encaminhamos ontem um memorado à mesa diretora da Câmara de Vereadores pedindo alterações na dinâmica das Audiências Públicas.

Se acatada a solicitação, nas próximas audiências realizadas na casa devem ser ouvidos apenas os líderes dos partidos, ou um representante por sigla. Esperamos que assim as audiências retomem o seu significado, dando mais espaço para que a população e seus órgãos de representação possam contribuir e ser ouvidos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário