quinta-feira, 27 de junho de 2013

ACORDA GOVERNADOR!

A tentativa de esvaziar a manifestação em Porto Alegre capitaneada pelo Governo do Estado mostrou-se apenas um lance de ingenuidade, irresponsabilidade e oportunismo político.

Ao buscar atrair o movimento para a Praça da Matriz, concentrando ali o principal efetivo da Brigada Militar, a ação comandada pelo governador Tarso Genro expôs à violência o restante dos arredores do centro da cidade.

Por conta dessa tática, que também apostou na despolitização da manifestação, por meio da utilização de “shows” musicais no ambiente, mais uma vez a Cidade Baixa e as lojas da João Pessoa, entre outras áreas, acabaram sendo o alvo do vandalismo e dos roubos.

A iniciativa do Governo do Estado foi acompanhada de anúncio de “passe livre” para a Região Metropolitana, medida discutível sem um maior debate sobre as fontes de financiamento da gratuidade, que claramente busca constranger os Executivos Municipais.

Ainda colaborou para amplificar o vandalismo a aposta em legitimar uma “direção” dos manifestantes que, até então ou encontrava-se mascarada, ou de fato não representa o sentimento da maioria das pessoas que foram as ruas.

As pessoas não estão nas ruas só por passe livre, mas por atendimento de saúde decente, com postos de saúde abertos 24 horas, educação de qualidade com melhores salários para os professores, melhoria dos serviços de transporte e seus modais, licitação do transporte interestadual e, não menos, investimento na economia.

Os trabalhadores não vão pagar a conta.

Acorda Governador!

Um comentário:

  1. A gente vê o nosso prefeito dando a cara a tapa,o governador achei ate que tivesse preso.Sem palavra não tem como governar.

    ResponderExcluir