terça-feira, 18 de março de 2014

Correção do FGTS já!

O governo apelou para o Banco Central para tentar impedir mudanças do FGTS, resultado das primeiras vitórias obtidas pelos trabalhadores na Justiça. Em todo o Brasil, ações das entidades sindicais pedem a mudança do cálculo de correção do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

O reajuste abaixo da inflação oficial, como ocorre atualmente, é inconstitucional porque não preserva o poder de compra do fundo. O argumento do Banco Central de que a correção do FGTS elevaria os juros dos financiamentos da casa própria é tão falacioso quanto a negativa do reajuste.

O dinheiro do FGTS é dos trabalhadores, não tendo portanto o menor sentido o argumento de "banqueiro" utilizado pelo governo. A medida é apenas mais uma medida para tentar evitar novas derrotas nas ações movidas pelas entidades sindicais, que cumprem seu papel de defesa dos direitos dos trabalhadores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário