sexta-feira, 7 de março de 2014

CPI da Saúde é fazer justiça!

Nesta semana voltamos à tribuna para pedir que a Câmara Municipal de Porto Alegre faça justiça. Justiça a Amadeu Rodrigues, que faleceu por falta de leito para internação, pasmem, por causa de um caroço de fruta; a Orlando da Silva, que morreu de infarto no centro de Porto Alegre sem ser socorrido pela ambulância; a Roberto Bundyra, com crise de pacreatite aguardando mais de 30 horas no corredor, a Vânia Trevel, que aguarda realização de colonoscopia desde 2011, à Josefina Moreira de Jesus, que não consegue caminhar sem muletas há 5 anos e aguarda desde 2010 por uma cirurgia. 

Todas estas são vítimas do sistema de Saúde de Porto Alegre, que precisa de uma CPI, pedida pelos próprios trabalhadores da Saúde, municipários, pelo Simers e pelo próprio secretário municipal, Carlos Casartelli, que já afirmou e reafirmou que não tem nada a temer. Então que seja feita e que possamos descobrir para onde vão os recursos do Município, em meio a tantos atrasos e tanta negligência.

Importante ressaltar os esforços feitos pelos servidores da saúde do nosso município, que atendem à demanda como podem, muitas vezes, como vimos na Câmara ao longo deste mandato, sem a devida valorização. Mas por quê, mesmo com recursos aprovados pelo Legislativo no orçamento municipal, pessoas como o sr. Amadeu, o sr. Orlando, e tantos outros, continuam morrendo? Por que, com recursos aprovados para a abertura dos postos de saúde, eles continuam fechados? 

Precisamos encarar o problema de gestão que existe aqui em Porto Alegre. E através da Câmara, isso pode ser feito e esclarecido para a população.

Nenhum comentário:

Postar um comentário