sexta-feira, 25 de abril de 2014

Conta de luz: mais uma bomba no bolso do trabalhador

É com indignação que o trabalhador engole mais um disparate e exemplo de ineficiência de gestão do governo federal. Com o aval da Aneel, desde o dia 19 de abril as contas de luz dos consumidores residenciais ficaram 28,86% mais caras. Para as indústrias, o aumento foi de 30,29%.

O problema não termina por aí, já que a luz mais cara deve pressionar um aumento generalizado nos preços dos produtos e serviços. Encarece para a produção, encarece para o consumo.

Resultados infelizes da má gestão do sistema e da falta de investimentos para diversificar a matriz energética do Brasil. E quem paga o pato, como sempre, é o trabalhador. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário