quinta-feira, 18 de junho de 2015

Dilma veta fórmula 85/95 e afasta trabalhadores do fim do Fator

O que tanto temíamos, aconteceu. Na calada da noite, como costumamos dizer na linguagem sindical, a presidente Dilma Rousseff vetou a alternativa ao Fator Previdenciário, a Fórmula 85/95, alegando que sua aprovação quebraria a Previdência Social brasileira.

Mas quem quebra a Previdência é o governo, tirando dela milhões e milhões. Nenhuma empresa no mundo arrecada o que ela recada, se fala somente das arrecadações dos trabalhadores e das empresas e nunca dos financiamentos feitos com o montante da Previdência, que estão em tudo que se investe, em tudo que se consome neste país. Nenhum empreendimento do mundo arrecada o que a nossa Previdência arrecada. Em troca, o governo pune aqueles que a sustentam.

A presidente já tinha tirado o direito ao seguro-desemprego dos mais jovens, assim como o seguro-defeso dos pescadores e hoje veta mais um direito, o da aposentadoria. Mas vamos acampar no Congresso Nacional para que esse veto seja derrubado e que os trabalhadores brasileiros possam conquistar o avanço que significa o fator 85/95, que é a chance de se aposentar com dignidade nesse país.

Que a Câmara Federal derrube o veto, porque é inadmissível que os trabalhadores brasileiros mais uma vez paguem a conta.


Nenhum comentário:

Postar um comentário