segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Dois anos do Solidariedade com a participação das nossas lideranças em Porto Alegre

Na última quinta-feira, dia 24, o Solidariedade completou os seus dois anos de fundação. A data não poderia passar em branco, por isso, em Porto Alegre, preparamos neste último sábado, dia 26, um grande encontro em celebração a mais este marco da nossa trajetória, reunindo nossas lideranças e contando com a participação do presidente nacional do nosso partido, o deputado Paulinho da Força.


A manhã iniciou com um café e uma reunião descontraída, onde todos tiveram a oportunidade de saber mais sobre a atuação do Solidariedade no Congresso Nacional, as perspectivas para o cenário político nos próximos meses e a situação de pautas que interessam os trabalhadores. Participaram do encontro lideranças estaduais e municipais do Solidariedade e diversos líderes sindicais. 


As atividades continuaram na Câmara Municipal de Porto Alegre, onde os solidários estiveram reunidos para participar dos grupos de debate, que, durante a manhã, discorreram sobre as temáticas da Mulher, Juventude, Meio Ambiente e Proteção aos Animais


Solidariedade Mulher marcando presença em peso! 
Juventude Solidária recebendo a visita do deputado Paulinho
O plenário Otávio Rocha ficou lotado para a solenidade oficial em comemoração aos dois anos do partido. Tivemos a oportunidade de ouvir as nossas lideranças e de reforçar a unidade dos solidários em torno de uma política pragmática, voltada a atacar os problemas que afetam o dia a dia das pessoas.


Nosso presidente nacional, deputado Paulinho, relembrou a luta que foi a criação do Solidariedade, há exatos dois anos e dois dias atrás, que já foi a nossa primeira grande vitória. Quanto ao governo federal, reforçou que seguiremos denunciando as mentiras eleitorais que enganaram o povo e que fazem a vaca tossir até agora!



Após ouvir as falas das nossas lideranças, nesta tarde memorável para o nosso partido, reforçamos aqui que o Paulinho está lutando muito em Brasília, e nós vamos ajudar, nos municípios, nas ruas, nas portas de fábrica, a derrubar este governo. Tanto o governo da Dilma, quando o estadual, do Sartori. Não temos qualquer questão pessoal, mas condenamos a mentira.

Precisamos focar em atacar os reais problemas do nosso país, como o Pacto Federativo. Hoje, se detém uma concentração imensa de dinheiro na União, que fica com 62% de tudo que é arrecadado. Os municípios ficam apenas com 14% deste bolo, mas os prefeitos são obrigados a garantir os programas de saúde da família, a manter as unidades de pronto-atendimento, a fazer os serviços funcionarem. E assim é com saúde, educação e segurança pública. No dia em que fomos chamados para discutir isso com o Paulinho, senti orgulho do Solidariedade. Fazemos política de verdade, com gente honesta, que vem da base, que sabe do dia a dia do trabalhador. Temos que fazer política de verdade, não da política que vive da mentira.



Política de mentira quem faz é artista que vive da Lei Rouanet, que tem seus projetos patrocinados por dinheiro público e que incentivam voto em branco ou nulo como "voto de protesto". O protesto mais burro do mundo! Protesto é encher de povo os parlamentos, colocar o taxista no plenário para discutir o Uber, é colocar o vendedor para discutir a eliminação de postos de trabalho em nome do comércio eletrônico, colocar o metalúrgico para discutir porque tem tanto incentivo para as empresas e não tem garantia para o emprego dele.

Estamos plantando uma semente. A nossa coragem já nos permitiu indicar candidato a vice-governador na última eleição. Talvez a nossa coragem e a nossa competência também nos permitam a candidatura própria a governador em 2018, porque o protagonismo seguiremos demonstrando em 2016.


Obrigado a todos que estiveram conosco neste dia e que têm participado ativamente da construção do nosso partido nestes dois anos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário