quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Governo cobra de quem não deve e envergonha os gaúchos

É uma vergonha para o Rio Grande do Sul o que aconteceu na noite de ontem, na Assembleia Legislativa do Estado. Vendendo um aumento de 1%, o governador subiu as alíquotas da gasolina e energia elétrica de 25% para 30%, e segue sacrificando o seu povo em vez de diminuir CCs e secretarias no seu pacote. Tivemos deputados que honraram seu compromisso, tanto que o governador se prestou ao papel de exonerar dois secretários para não perder a votação no plenário, revelando a podridão da política.

Enquanto isso, coloca a Brigada Militar a bater nos professores, nos servidores públicos, quando o efetivo deveria estar nas ruas, protegendo a população que está à mercê do crime, como aconteceu ontem com a minha esposa e o meu filho, que ficaram reféns, mais de duas horas sob mira de armas, dentro da minha casa. Assim funciona o nosso Estado.

A política do governo tem sido a de sacrificar quem menos ganha. Seus amigos empresários continuam devendo. Por que não larga na imprensa lista dos credores do ICMS e inicia uma campanha para a população não comprar de quem deve? Tem compromisso com elas e não com o povo, que está com seus impostos em dia e que acaba punido. Não tem diferença nenhuma do governo federal, que nos envergonha: são a mesma coisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário