sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Update da relação entre Uber e Porto e Alegre


Enfim parece que a empresa resolveu voltar atrás em sua posição e dialogar a respeito de regulamentação. É a atitude mais justa que podem tomar, principalmente em relação aos seus colaboradores, em vez de deixá-los expostos, sem resguardo enquanto trabalhadores prestadores de serviço, sem nenhum direito trabalhista e nenhuma garantia para o usuário. 

Nesta sexta-feira, o prefeito José Fortunati confirma a retomada do diálogo, que o Uber havia interrompido e atropelado em nome da ganância e desrespeito a Porto Alegre. 

Agradeço aos 21 vereadores que compreenderam o impasse (de difícil entendimento para muitos) e tornaram esta construção possível, a partir do diálogo, do respeito à legislação e análise coerente dos fatos, superando ideologias e paixões para regulamentar o mercado. Agora, resta concluir este processo com a participação democrática de toda a população, profissionais da categoria, da prefeitura e das empresas que prestam este tipo de serviço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário