quinta-feira, 3 de março de 2016

Delcídio confirma: eles sabiam de TUDO

A notícia que repercute hoje em todo o país é o acordo de delação premiada firmado entre a Procuradoria Geral da República e o senador Delcídio do Amaral. Ele acabou abrindo o jogo e contando que a presidente Dilma interferiu nas investigações da Lava-Jato, chegando a nomear o desembargador Marcelo Navarro para "cuidar dos habeas corpus e recursos da Lava Jato no STJ".

Só que o habeas corpus foi negado. Delcídio, que era o homem forte dos governos Lula e Dilma, contou ainda que a presidente sabia sim dos acertos de Pasadena e que o ex-presidente Lula comprou o silêncio de Marcos Valério e ordenou os pagamentos à família de Cerveró.

O que mais será que foi dito nessa delação premiada? O que mais virá à tona sobre as emendas parlamentares que os deputados receberam, no final do ano, de mais de R$ 900 mil, enquanto os direitos dos trabalhadores foram cortados? O que virá à tona sobre um Congresso que todo esse tempo esteve do lado do governo, sendo aliado e cúmplice?

Delcídio do Amaral, o senador líder do governo, que saiu algemado, fez a delação premiada que vários empreiteiros, empresários e doleiros já fizeram, inclusive Cerveró, que teve a vida ameaçada e ainda assim o fez.

Então reiteramos: o que o que o povo pede, o que o nosso partido está pedindo, não é golpe. É impeachment.


Nenhum comentário:

Postar um comentário