segunda-feira, 23 de maio de 2016

Na tribuna: Lava-Jato continua, doa a quem doer!

Voltamos a debater na Câmara Municipal os desdobramentos da política nacional. É engraçado que hoje outros partidos estão vendo como a imprensa joga com as informações, criando instabilidades e denegrindo figuras, como vivenciamos com o nosso presidente Nacional Paulinho da Força, que quanto mais pressionava pelo impeachment, mais enfrentava um ciclo sem fim de acusações infundadas e já encerradas judicialmente.

Mas, com isso, não estamos defendendo ninguém do governo. O nosso compromisso é com uma política de geração de emprego, que é urgente e necessária, doa a quem doer.

Quanto ao combate à corrupção, estamos convictos de que ninguém vai parar a Operação Lava-Jato, seja do governo A ou do B - até porque, apesar de hoje se digladiarem, ainda ontem estavam todos juntos. Nós não vamos admitir o fim da Lava-Jato, da Zelotes, nem que qualquer operação de combate à corrupção. Não defendemos bandido nenhum.

Se houve desvio da educação, da saúde, ou de qualquer recurso público, é preciso pagar. Não serão declarações de ministros, de presidentes e ex-presidentes da República que vão parar as investigações e, em nome do meu partido, vamos procurar garantir isso de todas as formas que pudermos e com povo na rua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário