segunda-feira, 4 de julho de 2016

Na Tribuna: Saúde básica fortalecida é sinônimo de prevenção

Hoje na tribuna não poderia deixar de me manifestar sobre a aprovação em primeiro turno do projeto que possibilita a ampliação do atendimento nos Postos de Saúde da nossa cidade. Em nome da população, de todos os participantes dos Fóruns Regionais do Orçamento Participativo que elegeram Saúde como prioridade, dos participantes da Conferência Municipal de Saúde e, principalmente, dos mais de 100 mil porto-alegrenses que integraram o abaixo-assinado que deu origem a este projeto de emenda popular, agradecemos a sensibilidade dos vereadores e do governo em relação a esta demanda.

Somos uma cidade que inova em muitos aspectos e, na Saúde, demos um passo importante à frente. Recentemente o Ministério da Saúde encaminhou um pedido ao Tribunal de Contas da União que comprova o que na prática nós estamos vendo: a impossibilidade dos Municípios de manter as Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs). A política de Saúde nos municípios não deve estar concentrada no atendimento emergencial, mas na atenção primária, que é a prevenção, o Programa de Saúde da Família e o funcionamento das Unidades Básicas, que são a porta de entrada do sistema de saúde.


Nenhum comentário:

Postar um comentário