sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Coligação Novas Ideias apoia Marchezan no segundo turno

*Solidariedade RS

Foi com muita vibração que a militância da coligação Novas Ideias recebeu a decisão do apoio ao candidato Nelson Marchezan, no segundo turno para a prefeitura de Porto Alegre. O presidente do Solidariedade, Clàudio Janta, participou do momento do anúncio, feito pelo presidente municipal do PTB e coordenador da campanha de Maurício Dziedricki, Everton Braz.

Ele frisou que a decisão não se deu por "isolamento político" no governo atual, como publicado pela imprensa, e enfatizou a ótima relação com o prefeito José Fortunati. Braz também destacou o compromisso e lealdade com o governo e que todos os esforços serão direcionados à vitória de Marchezan.

Ao lado do candidato, Maurício também salientou a boa relação com Fortunati, mas avaliou que o primeiro turno deixou a mensagem de que "um novo caminho é preciso". "A mesma garra e determinação queremos emprestar a ti, para que tenhamos um novo inicio", declarou.

Ao grupo, caberá a missão de aproximar as comunidades do projeto escolhido e garantir que ele contemple as demandas construídas pelo bloco. A tarefa foi enfatizada pelo presidente do Solidariedade, Clàudio Janta. 

"Hoje estamos juntando o novo início, as novas ideias, a uma cidade onde as periferias estarão participando deste novo governo. A população de Porto Alegre quer transporte eficiente, moradia, serviços de qualidade. A nossa bancada estará na Câmara, para fazer com que isso se cumpra", declarou Janta, em nome do Solidariedade.

Encerrando o ato, Marchezan avaliou que a transparência foi uma constante no processo de construção de sua candidatura. "Ontem foi extraordinário ter a oportunidade de conversar com os líderes e vereadores eleitos dos partidos e fico muito feliz que vocês estejam se juntando para compor uma única chapa" declarou. 

Ele também avaliou que "o setor público precisa mudar e a sociedade também mudou para cobrar isso" e que o projeto defendido contempla esse anseio. "A vida real está ruim, mas não estamos buscando culpados ou responsáveis, estamos buscando idéias novas", afirmou, acrescentado o compromisso com a confiança depositada: "quem me apoiar, eu jamais vou frustrar. Isso não é uma união para ganhar a eleição somente, mas para fazer junto nos próximos quatro anos".

Foto: Pablo Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário