quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Na tribuna: Mandato a serviço dos trabalhadores!

Durante mais quatro anos, a Câmara Municipal terá, dentro dela, um representante dos trabalhadores. Essa foi a mensagem que frisei no primeiro pronunciamento na tribuna, após a eleição, acrescentando que seguiremos discutindo as 57 emendas do projeto de regulamentação dos aplicativos. Aplicativos, que como me disse o meu filho, no domingo, me levaram a diminuir a minha votação, mas que não me fizeram perder a minha convicção, nem minha posição. 

Agradeço às pessoas que saíram de casa no domingo para votar e lamento pelas que se abstiveram, acreditando que protesto era não votar. Protesto é eleger alguém que represente e, se não servem os mesmos, protesto então é renovar. O dia a dia passa pela Câmara, onde os vereadores são quem toma as decisões, com o respaldo dos seus eleitores, da escolha das urnas. 

E aqui estaremos, tentando sempre fazer o melhor, ampliar o acesso aos serviços, descentralizar políticas e incentivos e lutar pela ampliação do atendimento de saúde, que todos os candidatos a prefeito propagandearam sem dizer que é Lei, que isso nós incluímos na Lei Orgânica do Município, que deve ser cumprida gradativamente pelo próximo gestor, assim como a escola de tempo integral. 

Vimos esse debate na TV, o que me deixa muito satisfeito, assim como as mensagens em protesto à eleição do "defensor do atraso, Clàudio Janta", porque defendo o emprego, defendo a igualdade, defendo direitos. E vou seguir defendendo uma cidade que seja justa e que seja melhor para se viver.


Nenhum comentário:

Postar um comentário