segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Na Tribuna: Municipários não devem pagar a conta da Prefeitura

Com a presença dos servidores municipais no plenário, reforçamos na sessão legislativa desta segunda-feira que o governo que vai chegando ao fim tem muito o que aprender com os trabalhadores. Ao longo da crise, as pessoas precisaram se adaptar, rever hábitos, reduzir gastos. A prefeitura, pelo contrário, demonstrava viver um apogeu, com os melhores índices de desenvolvimento - todos manipulados e mentirosos. Se fossem reais, não parcelaria o reajuste da inflação sobre os salários, como vinha fazendo há dois anos, cumpriria com a sua parte no Previmpa e apresentaria medidas para reduzir custos e evitar o que se anuncia, que é o atraso do 13º.

Na campanha, apresentaram uma prefeitura maravilhosa, que só agora assume um déficit de R$ 600 milhões, que pode ser ainda maior. Deveriam ter sido responsáveis e feito os ajustes necessários, como fizeram os trabalhadores, em vez de seguir pela "Escola Sartori". A Prefeitura optou por manter CCs e secretarias e colocar a culpa na negativa da antecipação do IPTU, onde quis se utilizar de uma receita futura que não era nem sua e, agora, quer que os trabalhadores paguem a conta. Deve tratar de arrumar dinheiro, como fez através de inúmeros projetos de contratação de crédito submetidos à Câmara, e cumprir a sua obrigação com os trabalhadores.


Nenhum comentário:

Postar um comentário