terça-feira, 17 de abril de 2018

Fim do foro privilegiado

Finalmente nosso país começa a avançar na discussão de uma questão crucial para o combate à corrupção, ao colocar em xeque o famigerado foro privilegiado, que mantém gente demais na sombra da impunidade. 

Outro ponto que sempre reforçamos são as negociações imorais feitas através das emendas parlamentares. Dinheiro público não pode continuar a serviço do poder, mas da população!




segunda-feira, 2 de abril de 2018

Dia Mundial de Conscientização do Autismo

Hoje é Dia Mundial da Conscientização do Autismo. A data chama a atenção para a necessidade de inclusão, de passar a diante conhecimento e a busca pela garantia de direitos das pessoas com transtorno do espectro autista! 

Aqui em Porto Alegre buscamos a aprovação do Censo de Inclusão do Autista, que busca dimensionar a população com TEA, para que possamos avançar na construção de políticas destinadas a essas pesssoas.


domingo, 1 de abril de 2018

Feliz Páscoa

Feliz Páscoa, amigos(as)!!!
Que esse dia de celebração da fé e do amor possa marcar, em cada um de nós, a renovação dos bons sentimentos, do espírito de coletividade e união.


quarta-feira, 7 de março de 2018

Aumento da tarifa de ônibus

Enquanto a Prefeitura lança enquete, como se a tarifa fosse definida pelo usuário e não pelos interesses das empresas, o Jornal do Comércio de hoje coloca uma lupa sobre o COMTU, que é o conselho responsável por analisar o reajuste, aprovar ou rejeitá-lo (o que nunca ocorreu!).
A matéria também aborda duas propostas do meu mandato na Câmara Municipal: uma, busca tornar o COMTU mais representativo, para que a decisão realmente contemple a vontade da população; outra, para endurecer a fiscalização e o controle de qualidade dos serviços.





terça-feira, 6 de março de 2018

Segunda passagem é destaque no Correio do Povo

A segunda passagem já foi retirada uma vez, quando lutamos para recuperar o direito da gratuidade na Justiça. Agora ela foi parar no centro da discussão do reajuste da tarifa, como determinante entre o "ruim" (R$ 4,50) e o "menos pior" (R$ 4,30).
É preciso atacar outros fatores por trás desse cálculo e lembrar que a solução do transporte passa por atrair pagantes. O serviço precisa ter qualidade para que o ônibus se torne uma opção para mais pessoas em vez de retirar direitos de quem o utiliza por necessidade!


segunda-feira, 5 de março de 2018

Gratuidade da segunda passagem

A gratuidade da segunda passagem, que é fundamental para parte dos usuários em Porto Alegre, volta a ser colocada em xeque na discussão do reajuste da tarifa. No relatório da Cetranscoletivo, apresentado em fevereiro, reforçamos que a retirada das isenções NÃO garante redução e que é preciso enfrentar os outros fatores por trás dessa conta. A isenção que precisa ser discutida é a de ISS das empresas, que andam devendo na qualidade. Só será possível aumentar o número de pagantes se houver um BOM serviço!


quinta-feira, 1 de março de 2018

Nota de esclarecimento

Em relação à matéria veiculada na coluna do jornalista Paulo Germano, na Zero Hora de ontem, gostaria de esclarecer a todos, em especial àqueles que acompanham o meu trabalho, que a manchete "escolhida" pelo jornal utiliza uma frase fora de contexto. Quando, na conversa com o jornalista, falei que o salário de vereador é uma "vergonha", o fiz comparando com outras remunerações absurdas recebidas no Município de Porto Alegre e por vereadores de outros municípios. 

Sobre isto, gostaria que a imprensa repercutisse que o salário do vereador de Porto Alegre é o menor entre todas as capitais e que está congelado há 9 anos, com meu voto e apoio. É evidente que um salário de R$ 13 mil não é pouco dinheiro, especialmente quando comparado com o mísero salário mínimo nacional e a situação de penúria que vivem o funcionalismo público municipal e estadual, que recebem parcelado.

Enquanto outras sedes do Legislativo realizam sessões uma vez por semana, ou expediente apenas à noite, a Câmara Municipal de Porto Alegre tem um ritmo diferente que envolve o vereador, mesmo que exerça outra função, no exercício do seu mandato em tempo integral. Além da participação popular e do plenário ocupado, nosso parlamento mantém um perfil de austeridade e opta por uma remuneração menor para os vereadores. 

Ano após ano, a Câmara Municipal devolve ao Poder Executivo todo recurso que não é utilizado no orçamento do Legislativo. No ano passado, foram R$ 24 milhões de economia, suficiente para pagar a diferença dos mais altos salários da prefeitura durante um ano. 

O dinheiro que a Câmara Municipal economiza todos os anos serve para que o Município de Porto Alegre sustente uma elite numerosa que ganha mais que o salário do Prefeito (atualmente, de R$ 19 mil). Há salários que variam, pasmem, até R$ 31 mil reais - especialmente nas equipes técnicas e políticas da Administração Centralizada, bem como nas autarquias, empresas públicas e fundações.

Quando teve a oportunidade de regularizar a situação e fazer com que a elite do serviço municipal obedecesse um teto equiparado ao seu salário, o prefeito Marchezan cedeu às pressões das classes e anuiu com a adoção do teto salarial do Estado do Rio Grande do Sul, ou seja, de R$ 31 mil reais. Isto mesmo: hoje o teto do serviço público municipal não é o salário do prefeito, mas o teto estadual, recebido pelos desembargadores do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

Com tranquilidade e o respaldo do trabalho desenvolvido ao longo da minha trajetória como vereador de Porto Alegre, marcada pela aprovação de projetos importantes, como a ampliação do atendimento nos Postos de Saúde e a escola em tempo integral, REAFIRMO que em nenhum momento quis ofender alguém ou reclamar do salário. 

Critiquei, sim, o que considero demagogia e oportunismo: um vereador querer levar o crédito por uma política de economia que já é colocada em prática pela Câmara Municipal de Porto Alegre. Este é o contexto da "vergonha" que gostaria que tivesse sido expressa pelo jornal.

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Até quando nossos direitos serão desculpa para aumentar impostos?

A mobilização do povo brasileiro em defesa da aposentadoria é o que tem freado a Reforma da Previdência em Brasília. Para um governo onde qualquer política econômica passa pela supressão de direitos dos trabalhadores, se o golpe não vem de um lado, vem pelo outro: aumento de impostos. Precisamos continuar atentos e mobilizados na luta pelo Brasil que nós queremos!


Dia do Livro Didático

A disponibilização de audiolivros nas escolas tem sido uma luta do meu mandato há vários anos aqui na Câmara Municipal de Porto Alegre. Vale reforçar neste dia, em que salienta a importância dos livros didáticos como ferramentas de aprendizado. Eles devem estar ao alcance de TODOS, portanto, devem ser acessíveis e inclusivos!


segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Reunião Estadual do Solidariedade RS

Convite especial para todas as nossas lideranças do Solidariedade RS! Nesta quinta-feira temos encontro marcado, colocando em pauta as mudanças que a gente quer para o Rio Grande e para o Brasil!!! A hora é agora, nos vemos lá!


sábado, 24 de fevereiro de 2018

Exrmplo solidário: Campanha do Material Escolar do projeto Vó Chica

Em Porto Alegre, o nosso gabinete acompanha e prestigia neste sábado a 7a Campanha do Material Escolar, promovida pelo Instituto Vó Chica, que tem um trabalho incrível auxiliando crianças e famílias do bairro Mário Quintana, Vila Safira, Parque dos Maias e toda a região. 


O grupo distribui kits escolares montados a partir das doações conseguidas pelo Cláudio e todos os parceiros dessa iniciativa sensacional, que também faz a diferença com diversas outras campanhas ao longo do ano, na comunidade.


Parabéns a todos! Não posso estar fisicamente presente aí hoje, mas estou representado pelo meu chefe de gabinete Alexandre, pelo Preto e o nosso parceiro Giovane Byl! 



sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Sem repetir merenda

Seria cômico se não fosse trágico, mas foi mais uma da administração municipal essa semana: justificar o racionamento de merenda, que vem sendo colocado em prática nas escolas, como medida de prevenção à obesidade. O Jantinha entrou em crise com essa!!!

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

DICA CULTURAL: Feira material escolar de Porto Alegre

No dia 07/02 (quarta-feira), iniciou um dos eventos mais esperados pelos pais de alunos da Região Metropolitana. A 28º Feira do Material de Porto Alegre acontece de segunda a sábado na Praça da Alfândega. A estrutura está montada na Avenida Sepúlveda, entre as avenidas Sete de Setembro e Siqueira Campos. Na feira, além dos itens individuais, os pais terão a opção de comprar cestas básicas que atendem aos ensinos Fundamental e Médio. O preço da cesta de material escolar será de R$ 14,50. A estimativa é de que os preços desses kits estejam cerca de 30% abaixo do valor de mercado. 



FEIRA DO MATERIAL ESCOLAR DE PORTO ALEGRE
QUANDO: de 7 de fevereiro a 10 de março
HORÁRIO: de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h. Aos sábados, das 9h às 18h.
ONDE: Praça da Alfândega (Avenida Sepúlveda, entre as avenidas Sete de Setembro e Siqueira Campos, Centro Histórico)
CONDIÇÕES: compras acima de R$ 100 podem ser parceladas em até quatro vezes nos cartões de crédito ou de débito

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

1ª Reunião da Mesa Diretora 2018

Retomando os trabalhos na Câmara Municipal de Porto Alegre, com a reunião da nova mesa Diretora. Hoje ainda teremos a reunião de Líderes e a primeira sessão Plenária deste ano.


quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Aposentadoria para não virar cinzas

Trabalhadores de olho na estratégia do governo federal de empurrar a "reforma" da Previdência goela abaixo logo depois do Carnaval. Não vamos deixar a aposentadoria virar cinzas!!!! O protesto criativo, oportuno e necessário do Sindicato dos Aposentados da Força Sindical é notícia na Zero Hora desta quarta!







terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Aumento do salário mínimo?

Parcela expressiva da população brasileira sobrevive com um salário mínimo. Numa realidade onde o gás de cozinha chega a custar R$ 90, como é o valor do botijão em cidades como Erechim, no norte do RS, isso significa comprometer 10% da renda com apenas uma das despesas domésticas!!!
Pelo cálculo do Dieese, para sustentar uma família de quatro pessoas, o salário mínimo deveria ser de R$ 3.585. Enquanto isso, o reajuste veio sem aumento real, abaixo da inflação pelo segundo ano consecutivo, achatando a renda dos trabalhadores que possuem uma ocupação e sem soluções para o problema do desemprego.


segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Frente Nacional da Nova Política

Participando do lançamento da Frente Nacional da Nova Política!
Movimento que nasceu de necessidades da sociedade, sem fina lucrativos e sem vinculação partidária. Vem em busca de renovação na política a partir do empenho e participação de todos os cidadãos.



domingo, 21 de janeiro de 2018

Dia de Combate a Intolerância Religiosa

O dia de hoje é marcado por um ato muito triste, mas que gerou uma data muito importante. No dia 21 de janeiro de 2007 foi instituído, a partir da lei 11.635, o dia Nacional de combate à intolerância religiosa. Essa data rememora o dia do falecimento da Iyalorixá Mãe Gilda, que teve sua casa atacada e muitas pessoas de sua comunidade agredidas.

Além da luta pela melhoria dos serviços públicos de Porto Alegre, o combate ao preconceito e à intolerância religiosa tem sido uma das questões que defendo na Câmara Municipal de Porto Alegre. A data de hoje é uma forma de valorizar, dar visibilidade e discutir ações que minimizem o problema da intolerância religiosa.



sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Dica Cultural: sítio histórico de Porto Alegre

Porto Alegre também tem programações culturais e de lazer nesse período de férias! Uma iniciativa legal da Secretaria Municipal da Cultura (SMC), é o passeio pelo Sítio Histórico, promovido pela Coordenação da Memória Cultural, que acontece neste sábado, 20, a partir das 10h. A caminhada é guiada pelo arquiteto e urbanista Luiz Merino Freitas Xavier e tem vagas limitadas. 

Ao longo do percurso será contada a história de Porto Alegre e os participantes poderão observar o traçado urbano típico português, os principais monumentos do entorno, bem como as obras de restauro do Projeto Monumenta e do PAC - Cidades Históricas. O Sítio Histórico de Porto Alegre é tombado em nível nacional e representa um dos lugares mais importantes da Capital do Estado, onde a cidade nasceu e onde começou se desenvolver, mantendo, ainda, muitas de suas referências.
 As inscrições podem ser feitas gratuitamente pelo e-mail blogcph@gmail.com. 

Roteiro do passeio: Saída da Praça da Matriz, percorrendo a rua Riachuelo até a Igreja das Dores, seguindo pela rua dos Andradas até a Praça da Alfândega.

Informações: PMPA/SMC


Foto: Jefferson Bernardes
 

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Dia do cobrador de ônibus

Hoje celebramos o dia do cobrador de ônibus! É importante lembrar que esse profissional faz muito mais que "cobrar" a passagem - o segundo tripulante auxilia o motorista e os passageiros, especialmente quem tem mais dificuldades, como idosos e pessoas com deficiência. A preservação da atividade, hoje ameaçada em Porto Alegre por um projeto do Executivo, precisa ser defendida. É garantia de emprego e de um melhor atendimento à população! 👍 🚌 


sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Os problemas continuam e as velhas atitudes também

Estamos cansados de pagar o pato por nossos governantes, estamos cansados que os mesmos em vez de reduzir gastos procuram aumentar impostos. Acreditamos que já passou da hora deles, sejam municipais, estaduais ou da união pararem de atacar o trabalhador e aprender mais com eles. Fica aqui mais uma vez o nosso apelo para que comecem a nos mostrar soluções em vez de continuarem sem novas atitudes e repetindo as velhas fórmulas de se fazer política.

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

OAS lidera dívida de ITBI em Porto Alegre

78,9 milhões em dívidas de ITBI. O imposto sobre a Transmissão de Bens e Imóveis deveria ser cobrado de quem adquire um imóvel, antes da transferência do nome de um proprietário para outro. Hoje a Zero Hora divulgou que um dos maiores inadimplentes de ITBI é a OAS Empreendimentos Imobiliários - aquela que é responsável pelos condomínios da Arena do Grêmio, além de outras 24 construtoras que são credoras deste mesmo imposto. 

As mesmas que apoiam o aumento do IPTU, já que este não faz parte de suas contribuições ao município, mas sim daqueles que adquirem um imóvel. Se já não pagam nem os tributos que são de sua competência, fica muito mais fácil incumbir outros tipos de impostos, com previsão de grandes aumentos, aos cidadãos, pois enquanto os grandões devem tanto para Porto Alegre, que como bem sabemos está um “caos”, o Executivo busca alternativas onerando ainda mais a população, que já sofre tanto com o descaso da Prefeitura.