terça-feira, 14 de abril de 2020

Novas licitações que exijam contrapartida do Município precisam ser suspensas!

O anúncio de que a Prefeitura Municipal de Porto Alegre deverá não apenas manter em andamento, mas abrir novas licitações para obras públicas, motivou um pedido do nosso mandato ao Executivo Municipal. Com a preocupação de preservar recursos em caixa durante a pandemia, solicitamos em pedido protocolado na noite de segunda-feira (14), que seja mantida a suspensão de licitações que exijam o investimento de contrapartida da prefeitura.

Sabemos que as obras em questão são custeadas através de financiamentos, mas temos a preocupação com situações que também envolvam aporte do Município. Apesar da importância das obras, entendemos que o momento tem como prioridade o direcionamento de recursos para a Saúde.

Apesar do apoio às medidas de isolamento social decretadas pela prefeitura, consideramos importante que o Município também avance no desenvolvimento de medidas voltadas à proteção dos empregos e geração de renda. As prioridades estão corretas na nossa cidade, onde tivemos desde o início da pandemia medidas acertadas para preservar a saúde da população. A contrapartida necessária agora é que o Município também esteja à frente de soluções e de investimentos que tragam amparo para quem está paralisado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário